Moto: Federações se unem em nota de repúdio contra falsas notícias divulgadas contra a CBM

Com o objetivo de esclarecer as leviandades e desmentir as falsas notícias divulgadas contra a atual diretoria da Confederação Brasileira de Motociclismo, os presidentes das Federações Estaduais de Motociclismo se uniram e divulgaram uma nota de repúdio, que segue na íntegra logo abaixo:

“No último dia 9 a Yes Sports divulgou um release onde afirmava que as contas da CBM haviam sido aprovadas com ressalvas, e dentre outras coisas afirma o tal release que na aprovação foram inclusive levantadas suspeitas de má gestão do dinheiro da entidade. Afirma também que nos últimos vinte anos esta seria a primeira vez que isto acontecia. Contudo estas afirmações alem de levianas são totalmente absurdas. Os dois votos contra a aprovação foram dados em sinal de protesto. O primeiro protestou que as contas deveriam ter sido enviadas previamente às federações, e não que havia alguma irregularidade, o que foi explicado que pelo prazo exíguo de um mês após o encerramento do ano anterior seria impossível. Isto inclusive levou a assembléia a autorizar uma reforma de estatuto para mudar a data da assembléia para o segundo semestre para que os relatórios possam ser enviados previamente. E o segundo voto contra foi justificado por não estar de acordo com a suspensão de sua federação por falta de pagamento.

O mesmo release afirma também de forma mentirosa que sempre as contas foram aprovadas por unanimidade, o que também não é verdade. Na gestão anterior por várias vezes houve manifestação contraria as contas e inclusive nos últimos anos da gestão anterior as contas foram reprovadas por unanimidade.

A pergunta que ficou no ar é: qual seria a intenção da Yes em divulgar este release? E a única resposta que nos vem à cabeça reside no fato de a Yes ter prestado serviços à CBM até meados do ano passado, e por total incapacidade de exercer suas funções de forma satisfatória foi desligada da CBM, fato inclusive que foi aprovado pela assembléia.

Quanto à prova realizada no autódromo de Interlagos, mais uma vez mente a Yes, pois não se trata de uma prova privada, mas sim do SBK series e do Campeonato Paulista de Motovelocidade, com realização em parceria da Federação de São Paulo com a SBK series

Ainda de forma vil o release fala anonimamente de críticas de pilotos à entidade. Não é a primeira vez que este mecanismo está sendo usado. No fim do ano passado uma carta anônima também foi enviada a Honda agredindo pessoas e à própria Honda com o único intuito de denegrir pessoas que dedicaram a vida ao motociclismo. Este tipo de atitude demonstra somente a fraqueza e a intenção apenas de prejudicar o esporte como um todo. O uso de falas anônimas esta sendo utilizado como forma covarde, se escondendo no anonimato para denegrir uma entidade séria, que está trabalhando, para realizar este ano o maior Campeonato Brasileiro, apesar das incertezas do mercado.

Afirma também este mal intencionado release que na Gestão anterior houve um faturamento de quatro milhões, quando na verdade no último ano da gestão anterior o faturamento foi de cerca de seiscentos mil reais. Isto porque todos os contratos e direitos haviam sido transferidos à Empresa Fato  e a CBM tinha ficado praticamente sem receita.

Ao contrário do que afirma release, a assembléia transcorreu num clima de união, onde todas as federações, inclusive as que votaram contra se comprometeram a realizar um esforço conjunto para a concretização dos campeonatos em 2010. Outro fato que foi elogiado pela assembléia foi o fato de que a CBM mesmo sem grandes patrocínios no ano passado conseguiu realizar um campeonato de oito etapas no Motovelocidade, num esforço conjunto da direção da CBM, das federações envolvidas e principalmente pelo empenho por parte dos pilotos.

Por último esta assembléia foi considerada por todos os participantes como uma das mais produtivas e democráticas dos últimos anos.

Federações presentes que consegui contato até o momento endossando esta nota:

FAM – ALAGOAS

FBM – BAHIA

FEMOAM – AMAZONAS

FMC – CEARA

FMDF – BRASILIA

FECAM – ESPIRITO SANTO

FMG – GOIAS

FEMERJ – RIO DE JANEIRO

FEMORN – RIO GRANDE DO NORTE

FGM – RIO GRANDE DO SUL

FMR – RONDONIA

FPM – SÃO PAULO

FSM – SERGIPE

Decio Fantozzi – FPM”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *