IndyCar: Mário Romancini lamenta toque com Moraes em Toronto

Estreante na categoria brigava para terminar entre os dez melhores na etapa canadense.

A Fórmula Indy teve na tarde deste domingo, a 10ª etapa do campeonato disputada no circuito de rua de Toronto, no Canadá. Para o brasileiro Mário Romancini, que fazia um de seus melhores finais de semana em seu ano de estreia na categoria, a prova acabou com a frustração de ter que abandonar após um toque com seu compatriota Mário Moraes na 28ª volta.

Romancini e Moraes disputavam posições no mesmo pelotão, separados apenas pelo carro do britânico Dan Wheldon. Em uma tentativa de ultrapassagem, Moraes acabou tocando a traseira de Romancini, que rodou e bateu na barreira de pneus.

“Até agora não entendi o acidente”, lamentou Romancini. “O Mário (Moraes) estava a alguns carros de distância do meu, e o Dan Wheldon estava entre nós. Acho que ele errou a freada da curva e infelizmente me tirou da prova”, comentou o brasileiro da equipe Conquest.

“Foi uma pena porque o carro estava realmente competitivo. Apesar do problema que tivemos no primeiro pit-stop, eu tinha chances de melhorar de posição, principalmente porque foi uma corrida muito confusa. Muitos pilotos que eram mais lentos que eu terminaram entre os Top-10”, avaliou Romancini. “Agora é esquecer essa e trabalhar para estar competitivo novamente em Edmonton”, completou se referindo à próxima etapa, marcada para o dia 25 de julho.

A vitória em Toronto ficou com o australiano Will Power, que se manteve na liderança do campeonato, agora com 377 pontos. Dario Franchitti, Ryan Hunter-Reay, Tony Kanaan e Graham Rahal completaram os cinco primeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *