IndyCar: Meira mantém expectativa cautelosa para etapa japonesa

Penúltima corrida da temporada será disputada na madrugada brasileira de domingo no oval de Motegi.

A penúltima corrida da temporada da Fórmula Indy confronta os 25 pilotos do outro lado do mundo. Há até a possibilidade da 16ª etapa, no oval do Twin Ring Motegi, definir a disputa pelo título, embora, diante do equilíbrio da categoria, as apostas são de que a definição vá ocorrer em Homestead, em duas semanas. A corrida japonesa, que vai acontecer no início da madrugada brasileira de domingo, vai apresentar ao público uma pista bastante pitoresca.
“O traçado de Motegi tem o formato de um ovo, algo assim”, opina Vitor Meira, brasileiro que pilota o carro da A.J. Foyt Racing. “As curvas 1 e 2 são mais abertas. Já na 3 e na 4 o piloto tem mais trabalho, ali tem uma freada forte, é um trecho complicado e que determina o seu desempenho na volta inteira. Se você for bem ali, a volta toda vai ser boa. O segredo é esse, ter o carro eficiente naquele trecho”, emenda Meira, 12º na classificação do campeonato.
O piloto brasileiro mantém-se cauteloso nos planos para o fim de semana japonês. “A equipe vem fazendo uma série de mudanças no carro, mudanças que a gente acha que são positivas, mas sinceramente não sei o que dá para esperar para essa corrida. Eu imagino que tenha tudo para ser bom para nós, mas é algo que só dá para falar depois dos treinos”, ponderou Meira, que chegou a Motegi na tarde de quinta-feira (16), pelo horário local.
O piloto garante não ter problemas com adaptação ao fuso. “Nunca tive essa dificuldade vindo para o Japão. O voo para cá é longo o suficiente para poder descansar e programar o corpo para o fuso horário de 12 horas. O máximo que pode me acontecer é acordar mais cedo do que preciso”, comenta. “Mas, quando volto, levo mais ou menos uma semana para acostumar o corpo de novo. Ainda bem que não vamos ter corrida na semana que vem”.
A programação de pista em Motegi terá início na manhã local de sábado (18), com o primeiro treino livre – que, pelo horário de Brasília, terá início às 21h30 de sexta-feira (17). Outra sessão livre será aberta à 0h30, antes da tomada de tempos, marcada para as 3h30 da manhã, sempre conforme o horário brasileiro. A largada para as 200 voltas da corrida, no domingo, será dada às 13h locais, 1h da manhã em Brasília, com transmissão ao vivo do canal Bandsports.
A duas corridas do término da temporada, a classificação do campeonato da Fórmula Indy é a seguinte:
1º) Will Power (AUS/Team Penske), 552
2º) Dario Franchitti (ESC/Target Chip Ganassi Racing), 535
3º) Scott Dixon (NZL/Target Chip Ganassi Racing), 469
4º) Helio Castroneves (BRA/Team Penske), 448
5º) Ryan Briscoe (AUS/Team Penske), 418
6º) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti Autosport), 404
7º) Tony Kanaan (BRA/Andretti Autosport), 392
8º) Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport), 347
9º) Dan Wheldon (ING/Panther Racing), 346
10º) Justin Wilson (ING/Dreyer & Reinbold Racing), 335
11º) Danica Patrick (EUA/Andretti Autosport), 297
12º) Vitor Meira (BRA/A.J. Foyt Enterprises), 269
12º) Alex Tagliani (CAN/FAZZT Race Team), 269
14º) Raphael Matos (BRA/De Ferran Luczo Dragon), 265
14º) Mário Moraes (BRA/KV Racing Technology), 265
16º) Alex Lloyd (ING/Dale Coyne Racing), 236
17º) E.J. Viso (VEN/KV Racing Technology), 235
18º) Hideki Mutoh (JAP/Newman-Haas Racing), 222
19º) Simona de Silvestro (SUI/HVM Racing), 218
20º) Graham Rahal (EUA/Newman-Haas Racing), 191

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *