IndyCar: Mike Conway é operado e fica três meses fora

Bia Figueiredo é cotada, mas diz não ter sido procurada.

O inglês Mike Conway, que sofreu um assustador acidente nas 500 Milhas de Indianápolis, no último domingo, ficará pelo menos três meses fora das pistas devido a fraturas na perna esquerda, na tíbia, e a uma luxação nas costas. O piloto da equipe Dreyer & Reinbold foi submetido a uma cirurgia no Hospital Metodista de Indianápolis e passa bem.

Com a ausência de Conway por quase todo o restante da temporada, que acaba no fim de setembro, uma vaga fica em aberto na Dreyer & Reinbold, que tem, além dele, o também inglês Justin Wilson. Diante disso, os mais cotados para substituir Conway são Tomas Scheckter e Bia Figueiredo, que correram isoladamente as 500 Milhas pelo time.

A assessoria da piloto brasileira informou ao LANCE! que Bia não foi procurada para ocupar a vaga e destacou que o acordo com a equipe, por intermédio do patrocinador dela, previa apenas a corrida de Indianápolis – Figueiredo já havia corrido em São Paulo e tinha a ideia de disputar mais três etapas este ano.

Conway se acidentou no início da última volta, quando não conseguiu desviar do carro de Ryan Hunter Reay, que se arrastava pela pista com para economizar combustível. O carro de Conway decolou, bateu na tela de proteção, partiu-se ao meio e o habitáculo onde fica o piloto arrastou-se pela pista de cabeça para baixo.

A próxima etapa da IndyCar será já no próximo fim de semana, no Texas.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *