IndyCar: Ministério Público instaura inquérito contra Indy em SP

Baseado em uma representação feita pelo vereador Adilson Amadeu (PTB), o Ministério Público de São Paulo instaurou nesta quarta-feira um inquérito civil contestando a realização da prova da Fórmula Indy na cidade, programada para o dia 14 de março na região do Sambódromo do Anhembi.

Amadeu afirma que a disputa prejudicará ainda mais o caótico trânsito da cidade, além de prejudicar os moradores da região com o ruído feito pelos carros. Os R$ 12 milhões que a Prefeitura está investindo na corrida também são alvos da desconfiança do parlamentar.

O vereador ainda argumenta que São Paulo já possui um autódromo, o de Interlagos – o local, entretanto, não pode ser utilizado pela Indy devido a um contrato de exclusividade com a FOM, empresa promotora da Fórmula 1.

O promotor Raul de Godoy já expediu ofícios à Prefeitura, São Paulo Turismo e Companhia de Engenharia de Tráfego solicitando documentos que comprovem a viabilidade e segurança da prova, cujo contrato com o município vai até 2014.

Ao menos por enquanto, os organizadores da disputa preferem não se manifestar sobre o assunto.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *