IndyCar: Romancini vê chance de boa corrida em Iowa

De volta a um circuito já conhecido dos tempos de Indy Lights, brasileiro aposta em boa corrida no encerramento da primeira fase de circuitos ovais da temporada.

A primeira fase de circuitos ovais da temporada 2010 da Fórmula Indy termina neste domingo (20), com a realização da oitava etapa do calendário na cidade de Newton, em Iowa, na região Centro-Oeste dos Estados Unidos. A pista, de pouco menos de uma milha de extensão (1,4 km), é bastante diferente dos ovais de Indianápolis e do Texas, sedes das duas últimas corridas da temporada. E exige das equipes um setup que, em ao menos um item, lembra o acerto usado nos circuitos mistos do calendário.

“Essa é uma corrida muito peculiar, em que vamos para a pista com o mesmo nível de downforce dos circuitos mistos”, aponta o brasileiro Mario Romancini, que subiu ao pódio em Iowa no ano em que disputou a Indy Lights. “Neste início de temporada corremos em pistas com características muito diferentes entre si, o que representou um bom aprendizado para mim nesse campeonato de estréia”, acrescentou o brasileiro.

No Texas, Romancini teve um carro competitivo nas mãos somente no final da prova, quando a equipe Conquest Racing conseguiu encontrar um acerto eficiente para o conjunto Dallara-Honda do brasileiro. As lições aprendidas na etapa noturna serão úteis em Iowa, acredita ele, que espera um treino de classificação muito equilibrado neste sábado.

“Conseguimos uma boa evolução durante a etapa do Texas, e aprendemos um pouco mais sobre o carro. Agora vamos trabalhar para colocar tudo isso em prática desde a classificação. Nossa expectativa é de que o treino seja decidido nos detalhes, já que os tempos de volta são curtos. Eu não me surpreenderia em ver o grid todo separado por menos de meio segundo”, apontou o brasileiro.

O fato de já conhecer o circuito oval de Iowa também é um fator positivo na avaliação de Romancini, que até a etapa de Indianápolis ocupou a liderança no campeonato de estreantes da F-Indy. Nas duas últimas corridas, ele acabou superado pelo britânico Alex Lloyd, e busca novamente um bom resultado para retomar a ponta entre os “Rookies”.

“Em Indianápolis fiz uma boa corrida, mas o Alex terminou entre os primeiros e abriu boa distância no campeonato. A etapa de Iowa representa praticamente a metade da temporada, então ainda temos muitas corridas pela frente. Mesmo assim, espero conquistar um bom resultado para encarar a fase de circuitos mistos, pelo menos, mais próximo da liderança entre os estreantes”, encerrou o brasileiro.

Por sua performance em Indianápolis, quando foi o novato mais veloz no treino de classificação e o mais bem colocado na prova, Romancini teve seu nome eternizado no Museu de Indianápolis, ao lado de estrelas do automobilismo como Rick Mears, Jacques Villeneuve e Tony Kanann – que em suas temporadas de estréia também se destacaram na competição. Entre os Rookies de 2010 ele soma 99 pontos, contra 119 de Lloyd.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *