IndyCar: Tony afirma que “as coisas” são resolvidas dentro da equipe

Piloto destaca que o momento é de trabalho dentro da Andretti Autosport

Ao final do GP de Watkins Glen, Tony Kanaan estava decepcionado com a nona etapa da Fórmula Indy disputada no domingo (4). O brasileiro largou na 13a posição e chegou a ocupar a 6a colocação, após um início bem agressivo. Desde a primeira volta, foi detectado um problema no rádio do brasileiro, sendo que a equipe não escutava Kanaan, mas ele ouvia as orientações dos engenheiros e do estrategista.

Na parte final da prova, Tony voltou na 10a posição após a última parada nos boxes e quando restavam 10 voltas para o final foi liberado pela equipe para usar o “push to pass” – que aumenta a potência do motor – porque não teria mais de economizar combustível. Kanaan assim ultrapassou Justin Wilson e Marco Andretti e ocupava a oitava posição na prova, se aproximando de Ryan Hunter Reay (7o), quando foi avisado pela equipe que teria de fazer um “splash and go” na penúltima volta, pois não daria para completar a prova.

“É claro que fiquei desapontado, e com certeza minha equipe também ficou. Mas isso faz parte no automobilismo. Vamos ter dias em que sairemos vencedores porque eles acertaram, e outros não. E em Watkins Glen a estratégia da equipe não funcionou. A gente sempre resolve as coisas dentro da equipe e não faremos diferente agora. Então, o momento é de trabalhar para evitar que isso ocorra novamente”, comentou o brasileiro, sobre a visita aos pits, que lhe custou apenas a 21a posição.

A próxima etapa da Fórmula Indy será o GP de Toronto, no Canadá, no dia 18 de Julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *