IndyCar: Tony Kanaan no Texas ‘A dor do carro ruim é bem maior que das costelas’

Piloto da Andretti Green utiliza carro que descartou em Indianápolis

Tony Kanaan estava bastante desapontado após a classificação do GP do Texas, sexta etapa da Fórmula Indy 2009, ao ver a sua posição de largada para a prova deste sábado (6) à noite: 16a posição. O piloto da Andretti Green Racing, que vem de dois problemas mecânicos em Indianápolis, quando um defeito na traseira ocasionou um forte acidente, e Milwaukee, abandonado com o carro em chamas, não ficou nada satisfeito com o desempenho do seu bólido no treino oficial no oval de 1,5 milhas com inclinação de 24 graus nas curvas, onde os pilotos fazem a volta em aceleração total.

“O carro que estou andando é o mesmo que iniciei o mês de maio em Indianápolis, aquele que troquei pelo reserva do Hideki (Mutoh) na madrugada antes do Pole Day porque era bem ruím. Como o que usei na corrida de Indianápolis ficou destruído e o de Milwaukee pegou fogo, tive que voltar a usa-lo, que não é nada bom, podem ver pela minha classificação. A dor de não ter um carro rápido nesse momento que precisamos é certamente bem maior do que das minhas costelas (com luxação devido o acidente de Indiana). Está muito lento e estou muito decepcionado por isso. Vamos ver o que acontece amanhã”, comentou o brasileiro, vencedor da prova em 2004, mesmo ano que conquistou o seu título.

A pole-position ficou com escocês Dario Franchitti, da Chip Ganassi, com uma média de 214.513 milhas por hora (343 km/h), quase duas milhas e meia mais rápida do que a somatória de Kanaan, 212.108 mph (339 km/h). A largada para o GP do Texas acontece às 22h45 (horário de Brasília) deste sábado (6), com transmissão ao vivo da Band, narração de Téo José e comentários de Felipe Giaffone e Celso Miranda. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *