IndyCar: Tony larga na 8a posição no GP de Detroit

Kanaan se mostra desapontado por não passar à superclassificação.

O desempenho do carro do brasileiro Tony Kanaan não foi suficiente para levá-lo a terceira fase do treino classificatório para o GP de Detroit, penúltima etapa da Fórmula Indy, realizado neste sábado (30). Na primeira fase, o piloto da Andretti Green Racing se classificou com o 2o melhor tempo em seu grupo, quando os seis primeiros de cada grupo passavam a fase seguinte. Com os 12 pilotos retornando à pista, Kanaan fechou com a 8a colocação no grid da corrida que acontece neste domingo (31) e encerrou as suas atividades desse sábado (30).


“Detroit é uma pista bem particular que se você fizer uma mudança errada, você pode perder um segundo inteiro. O nosso carro esteve bem perto de conseguir ficar entre os seis, mas não rendeu o que esperávamos. Fizemos uma mudança errada e naturalmente ficamos fora da superclassificação. Isso foi definitivamente muito decepcionante”, destacou o brasileiro, 4o colocado no certame, apenas 6 pontos atrás do inglês Dan Wheldon, que larga na 11a posição.


Desde 2005, quando os circuito mistos voltaram a fazer parte do calendário da Fórmula Indy, essa é apenas a segunda vez que Kanaan não larga entre os seis primeiros. Neste ano, o brasileiro é o único que finalizou todas as corridas em circuitos mistos entre os 10 primeiros. Em St.Petersburg, Watkins Glen e em Sonoma, o brasileiro foi ao pódio na 3a colocação, além de Edmonton, no Canadá, 7o colocado, e Mid-Ohio em nono.


No circuito nas ruas de Belle Isle, o líder do campeonato, o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, conquistou a pole-position da 16a etapa da Fórmula Indy. Hélio Castroneves, da Penske, larga na 2a posição. O título pode ser decidido nesse domingo se Dixon permanecer à frente de Castroneves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *