IndyCar: Tony sobre o GP de Sonoma: Me senti um pino de boliche

Brasileiro faz corrida de recuperação após dois acidentes na largada.

O início do GP de Sonoma da Fórmula Indy complicou a vida do brasileiro Tony Kanaan. Após sofrer um toque na traseira de Scott Dixon, da Ganassi, na curva dois e logo em seguida receber outro choque pelo venezuelano EJ Viso, da HVM, Kanaan foi obrigado a fazer uma visita prematura nos boxes para trocar o bico e os pneus do carro, caindo da sétima – posição de largada – para a 16a colocação. Sem grandes danos e com o carro em ordem, Kanaan retornou a pista e iniciou a sua recuperação. Economizando gasolina, o brasileiro pulou para a 11a posição após a primeira rodada de pit-stop. O piloto da Andretti Green Racing imprimia um ritmo forte – fazendo a segunda volta mais rápida da prova – e ocupou a 9a posição depois do segundo pit, mas foi prejudicado por mais um incidente, desta vez, com o compatriota Helio Castroneves, que dividiu a curva e os dois se chocaram. Mesmo assim, Kanaan continuou e, enfim, finalizou na 8a colocação.

“Eu me senti um pino de boliche hoje”, disse o baiano. “Acredito que a classificação foi determinante nessa prova, e se estivéssemos largado mais a frente, acho que escaparíamos dessas confusões. Infelizmente, nosso desempenho ficou comprometido por essa série de coisas. Realmente tem sido daqueles anos, mas pelo menos terminamos a corrida. Eu acho que estamos prontos para vencer nesse ano se superarmos essas dificuldades, e espero que seja já no próximo sábado em Chicago”, explicou o campeão de 2004.

Como destacou Kanaan, a próxima corrida da Fórmula Indy será o GP de Chicago, no sábado (26) à noite, a antepenúltima do calendário 2009. A vitória desse domingo ficou com o escocês Dario Franchitti, da Ganassi. Ryan Briscoe e Mike Conway completaram o pódio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *