IRL: Dixon, Castroneves e Meira obtêm as maiores pontuações em pistas mistas

Temporada 2006 terá penúltima etapa em Sonoma, sob panorama matemático que traz seis pilotos com chance de chegar ao título.


Em um dos momentos mais importantes da temporada 2006, a Fórmula Indy estará longe dos circuitos ovais, que representam sua principal característica. A 13ª e penúltima etapa do campeonato, neste domingo (20), será disputada num circuito misto – será a sexta experiência da história da categoria nesse tipo de traçado. O GP de Sonoma compreenderá 80 voltas pela pista de 3,7 quilômetros do Infineon Raceway, na Califórnia.

A Fórmula Indy volta à cidade de Sonoma contemplando seis pilotos, na matemática, com a chance de conquistar o título de sua 11ª temporada de vida. O domínio tem sido da dupla do Team Penske. Sam Hornish Jr. e Hélio Castroneves são líder e vice-líder, com 418 e 411 pontos. Depois deles, na tabela, aparecem o inglês Dan Wheldon e o neozelandês Scott Dixon, que formam a dupla da Ganassi Racing, com 394 e 385, respectivamente.

Outros dois pilotos, ambos brasileiros, mantêm chances matemáticas de arrebatar a taça reservada ao campeão de 2006. Vitor Meira, que compete pela Panther Racing, está em quinto, com 348. Tony Kanaan, da Andretti Green, ocupa o sexto lugar, com 339 – ele foi vencedor da prova californiana no ano passado. A disposição dos seis pilotos na tabela contrasta com seus retrospectos nas corridas disputadas em traçados mistos em 2006.

Duas provas já aconteceram nesse tipo de pista na atual temporada. A segunda etapa aconteceu nas ruas de St. Petersburg, na Flórida. A vitória foi de Castroneves, que largou em quinto e também liderou o maior número de voltas – feito que, na Fórmula Indy, dá direito três pontos de bonificação. A quinta corrida do ano se deu em Watkins Glen, no estado de Nova York. Dixon, quarto no grid, ganhou. Wheldon liderou por mais voltas.

Dixon foi o piloto que mais marcou pontos em circuitos mistos em 2006. A vitória em Watkins Glen e o segundo lugar em St. Petersburg, onde foi segundo no grid, lhe conferiram 90 pontos. Castroneves fez 76, frutos da vitória das voltas que liderou em St. Petersburg e do sétimo lugar em Watkins Glen, onde foi pole. Meira acumulou 70 pontos. Foi quinto na Flórida, depois de largar em 12º, e segundo em Watkins Glen, onde partiu da oitava posição.

Kanaan, em mistos, obteve 54 pontos. Foi terceiro em St. Pete, repetindo a posição de largada, e 11º em Watkins Glen, onde largou em segundo. Hornish não obteve um bom desempenho nessas duas corridas. Foi oitavo em uma e 12º na outra, tendo largado em quarto e sexto, respectivamente. Fez 42 pontos. O pior desempenho do sexteto foi o de Wheldon. Foi 16º em St. Pete e 15º em Watkins Glen, depois de liderar por mais voltas. Fez 32 pontos.

TRANSMISSÃO AO VIVO

A reta decisiva da temporada 2006 merecerá atenção especial da Rede Bandeirantes. A emissora, que confere ampla cobertura jornalística à categoria em sua programação, confirmou que vai transmitir ao vivo, em canal aberto, as duas últimas corridas do ano. O GP de Sonoma, neste domingo, terá largada às 16h30. O GP de Chicago, encerrando a temporada no dia 10 de setembro, vai começar às 14h30 – horários referentes a Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *