Kart: ANPPA se manifesta sobre decisão da CBA de mudar sede do Campeonato Brasileiro

Torneio nacional que seria disputado em Florianópolis no mês de julho foi transferido para o estado de Goiás, o que causou alvoroço na categoria que é o berço do automobilismo.

O mercado do kart no Brasil é vasto, emprega milhares de pessoas e é acompanhado por uma legião de fãs de todas as idades e das mais diversas regiões do país. Mas, assim como todo objeto de grande paixão, o kartismo muitas vezes gera situações de grande debate e de discussões acaloradas.

Na última semana, esse ‘mundo’ que envolve a categoria de base do automobilismo foi pego de surpresa por uma notícia que afeta o planejamento de equipes e pilotos que competem nacionalmente. A Confederação Brasileira de Automobilismo alterou a praça do evento mais importante do ano na competição: o Campeonato Brasileiro de Kart, que seria disputado em Florianópolis (SC) no mês de julho, mas foi transferido para o estado de Goiás.

Segundo membros da própria entidade que rege o automobilismo no país, a mudança se deu por questões políticas envolvendo e as federações catarinense e goiana de automobilismo; e também a CBA, que teve sua presidência assumida pelo pernambucano Cleyton Pinteiro no último dia 16 de março.

A Associação Nacional dos Patrocinadores e Pilotos de Automobilismo (ANPPA), entidade criada no final do ano passado e que iniciou sua atuação justamente pelo kart, se manifestou sobre a decisão da CBA de mudar a sede do Campeonato Brasileiro, e não aprovou a medida principalmente em virtude da proximidade da competição – marcada para daqui a três meses.

“Apesar de apoiarmos e de desejarmos sucesso à nova administração da CBA, não podemos concordar com uma mudança como essa. Primeiro por ela não ter sido divulgada ainda de maneira clara. Sabemos em que estado será o Brasileiro, mas ainda não há pista definida. Além disso, essa mudança não condiz com aquilo que fora anunciado pela nova administração da CBA, que ao assumir disse que todos os compromissos previstos anteriormente permaneceriam inalterados”, comentou Alexandre Chequer, vice-presidente da ANPPA.

A ANPPA também se manifestou contrária à possibilidade de Itumbiara, cidade próxima da divisa de Goiás com Minas Gerais, receber a competição ao invés de Goiânia. A cidade, que já sediou um Brasileiro e uma Copa Brasil de Kart, possui um dos melhores kartódromos do país, mas não oferece infra-estrutura para uma competição de grande porte. “Itumbiara recebeu a Copa Brasil em 2008 e foi alvo de várias críticas com relação a sua rede hoteleira e, principalmente, na questão de hospitais para atendimento dos pilotos no caso de acidentes. Levar um Brasileiro de Kart para lá seria assumir um enorme risco”, avaliou Chequer, que conversou com o novo presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, no mesmo dia em que a mudança de sede do Brasileiro foi confirmada.

Na conversa, foi previsto um encontro nacional da ANPPA e seus associados com o presidente, e também com a nova Comissão Nacional de Kart – formada por Rubens Gatti, Binho Carcasci e pelo piloto Felipe Giaffone. “Queremos saber também dos planos e ideias para 2010. O objetivo é propor, debater e, principalmente, criar um diálogo aberto com nossos dirigentes, onde vamos levar até eles o ponto de vista dos pilotos e apoiadores do kart”, completou Chequer.

Rogério Raucci, Diretor de Marketing da ANPPA, ressaltou, também, o fato de a associação estar definitivamente constituída e alinhada com todas as exigências legais e jurídicas. Um fato que permite que a entidade atue mais incisivamente com relação ao que se propõe desde a sua criação – ideias que vão desde melhorias para os campeonatos de kart no país, até a tentativa de redução de custos do esporte a motor.

“O objetivo da ANPPA é defender os interesses dos pilotos e patrocinadores em harmonia com os dirigentes, e por isso não enxergamos com bons olhos a mudança repentina na sede do Campeonato Brasileiro. Muitas equipes e pilotos já haviam se organizado para viajar a Florianópolis, e precisamos de uma definição rápida sobre a nova praça do evento para que não haja prejuízos ainda maiores”, acrescentou Raucci.

Todos os pilotos ou profissionais envolvidos com o automobilismo brasileiro podem se filiar à Associação – e, dessa maneira, colaborar com suas sugestões e críticas a serem discutidas e entregues para a Confederação Brasileira de Automobilismo. Todo o processo pode ser feito pelo site da organização: www.anppa.com.br. “Somente com o apoio dos pilotos é que teremos força suficiente para alcançar nossos objetivos, que são encabeçados por ter um automobilismo e um kartismo cada vez mais forte no futuro”, avaliou Rogério Raucci.

Campeonato Brasileiro de Kart – Diferente da maioria das competições do automobilismo, onde os campeonatos são disputados ao longo do ano, o Campeonato Brasileiro tem um formato peculiar – semelhante ao utilizado em grandes provas da modalidade como o Campeonato Mundial, por exemplo. Todo o certame é realizado em cinco dias durante o mês de julho. Nesse período, os pilotos fazem treinos livres, tomada de tempos e quatro baterias, cuja somatória de pontos define o campeão.

O Campeonato Brasileiro de Kart é dividido em duas fases, cada uma com seis categorias distintas pela idade dos competidores. Em 2009, a competição será realizada entre os dias 07 e 11 de julho em Goiás (pista a ser definida), e entre os dias 21 e 25 de julho na cidade de Curitiba, no Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *