Kart – Brasileiro: Adaptação aos pneus é o grande desafio para os pilotos da categoria Júnior

Acostumados ao composto de tarja vermelha da MG, jovens kartistas usarão pneus de faixa verde no campeonato nacional.

Conquistar o título de Campeão Brasileiro de Kart em 2006 será um pouco mais complicado que o normal para os piloto da categoria Júnior, reconhecidamente uma das mais competitivas do país. Acostumados a competir na maioria dos torneios estaduais com pneus da marca MG de tarja vermelha – que têm como principal característica a durabilidade e rigidez da borracha –, os jovens pilotos da categoria farão as corridas desta semana no Kartódromo dos Ingleses, em Florianópolis, com pneus de faixa verde, de composto bem mais mole.

Com isso, precisarão não só adaptar sua forma de guiar, mas também trabalhar em conjunto com as equipes no desenvolvimento do melhor acerto para os karts. Tudo isso em apenas três dias de treinos e dois de corridas, e com apenas 14 anos de idade.

“Não é a toa que o kart é considerado a melhor escola para um piloto”, analisou o paulista Henrique Martins (Grupo Agrenco/Terlogs/Cargonave), atual campeão do Paulista Light e um dos destaques da categoria. “Por sorte temos treinos livres nos dois dias que antecedem o início da programação oficial, e podemos nos acostumar um pouco com o novo pneu antes das tomadas de tempo e das corridas. Mas, como as sessões são curtas, o desafio acaba sendo muito grande. O lado bom é que o pneu será o mesmo para todos, o que deixa os pilotos em posição de igualdade”, completou.

Nascido em São Paulo, Henrique Martins morou com a família durante dois anos em Florianópolis, e por isso se sente correndo em casa neste fim de semana. Apaixonado pela cidade, ele afirma ter boas lembranças da capital catarinense, mas, curiosamente, conhece pouco o circuito Ronaldo Couto Doux.

“Como minha equipe continuou sediada em São Paulo mesmo durante o período em que morei em Florianópolis, eu costumava viajar para treinar e por isso conheço essa pista tanto quanto meus adversários”, ressaltou Henrique. “Corri aqui no Campeonato Panamericano deste ano, gosto bastante do traçado, e o fato de ter vivido na cidade durante dois anos me faz sentir como se corresse em casa. Mas não posso ser considerado favorito por isso”, completou.

Os treinos oficiais para o 41º Campeonato Brasileiro de Kart começam nesta quinta-feira em Florianópolis. Hoje (quarta) e ontem foram realizadas apenas sessões livres. As quatro baterias que compõem a competição estão marcadas para sexta-feira e para o sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *