Kart: By Chico teve sábado difícil, mas comemorou bom resultado de Bechtold

Competir com cinco pilotos em um campeonato tão difícil e equilibrado como a Copa São Paulo Light é sempre uma incógnita e em algumas vezes grande parte dos resultados obtidos acabam não sendo os esperados. Foi o que aconteceu neste sábado (10) com a equipe By Chico, que teve representantes nas duas categorias mais disputadas da competição, a Sprinter B e a Cadete.

O time comandado pelos irmãos Marco Aurélio e Marcelo Azevedo foi à pista do Kartódromo Aldeia da Serra para a disputa da 4ª etapa da competição com Renan Fragoso, Artur Fortunato e Vitor Baptista na Cadete, que reuniu 31 competidores, e com Victor Bastos e Felipe Bechtold na Sprinter B, categoria que teve 20 pilotos.

Quem se deu melhor entre os cinco foi Felipe Bechtold, que mesmo tendo problemas na tomada de tempos – obteve apenas o 8º tempo no grid de largada – fez uma ótima prova de recuperação e recebeu a bandeirada em 2º lugar, posição obtida com uma espetacular ultrapassagem na última curva da última volta. Victor Bastos estava muito rápido na prova, mas se envolveu em um acidente na curva 1 e acabou abandonando com o kart bastante avariado e de forma irreversível. “Parabéns ao Felipe pela ótima prova, ele andou muito bem”, disse Marcelo Azevedo. “E uma pena o que aconteceu com o Victor, que estava rápido e poderia ter terminado bem colocado. Mas acontece”, emenda.

Já na Cadete, muitas complicações para os pilotos By Chico. Renan Fragoso largou em 17º por ter tido problemas com o tráfego na tomada de tempos, mas, com um kart bem acertado, chegou a estar em 10º na prova. Buscando ganhar mais posições, acabou envolvido em choques e perdeu as posições que recuperara, terminando em 19º. Artur Fortunato também teve problemas com o tráfego na tomada, mas, além disso, recebeu um motor com rendimento insatisfatório no sorteio. Após a troca do propulsor, o rendimento melhorou muito, e partindo da 27ª posição, recuperou muitas posições. Mais tarde, o motor acabou deixando-o “na mão” e Fortunato abandonou. Vitor Baptista não conseguiu uma boa adaptação ao complicado traçado para esta etapa e não pôde ter o rendimento necessário para brigar por boas posições.

“Na Cadete tivemos um dia muito ruim, apesar de termos trabalhado muito para entregar karts bem acertados para nossos pilotos. Mas em corrida é assim mesmo e sempre se enfrenta alguns problemas alheios à nossa vontade e a de nossos pilotos. Na próxima estaremos novamente brigando por vitória”, encerrou Marcelo Azevedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *