Kart: Com 114 pilotos Light encerra temporada 2009

Neste sábado, dia 12, o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, Grande São Paulo, recebeu as atividades da 10ª etapa da Copa São Paulo Light de Kart, prova válida pelo encerramento do Campeonato deste ano.

Disputada em sistema de rodada dupla a corrida deste sábado, assim como todas as etapas do segundo semestre da competição, tiveram as categorias divididas em manhã e tarde. Deste modo, nesta manhã, disputaram as provas as categorias Mirim, Cadete, Júnior Menor e Júnior.

Assim como determinava o regulamento da Copa a primeira corrida da rodada dupla teve seu grid de largada determinado pela classificação final do segundo turno do Campeonato e, a segunda prova, alinhou os karts pelo resultado da primeira corrida do dia.

A Mirim teve duas baterias muito emocionantes com os pilotos brigando até o final das corridas. Nathan Fonseca venceu a primeira corrida após uma disputa apertada com Igor Melo, João Coqueiro, Raikkonen Sakzenian e Gregory Diegues. Eles se revezaram nas primeira posições e, mesmo tendo partido do final do pelotão, Fonseca conseguiu uma boa corrida de recuperação e venceu com Melo em segundo e Diegues, em terceiro. Na segunda corrida quem levou a melhor foi João Pedro Custódio. Após largar da sexta posição o piloto se posicionou muito bem na pista e, disputando a sua última corrida na Mirim, teve tranqüilidade para aguardar as oportunidades, ultrapassar os adversários e assumir a liderança. Nas três última voltas chegou a ser ultrapassado por mais de uma vez, mas, soube recuperar a liderança e vencer pela primeira vez no Light. Coqueiro terminou em segundo e Raikkonen, em terceiro que, com este resultado, sagrou-se Campeão da Copa São Paulo Light.

Na mesma linha de competitividade da Mirim, porém, com 23 karts na pista, a Cadete teve corridas de arrepiar. A disputa pelas primeira posições foi ocupada no traçado por quase dez karts que, se revezavam na busca pelo melhor resultado. Matheis Jacques, Rafael Martins, Luiz Felipe Branquinho, Zaiya Fontana, Yurik Carvalho, João Vieira e Victor Batista protagonizaram grandes ultrapassagens e somente definiram suas posições ao cruzarem a linha de chegada das duas corridas. Na primeira oportunidade a vitória ficou com Jacques que trouxe Martins na segunda posição e Carvalho, em terceiro. Na segunda prova a vitória, depois de muita disputa, ficou com Carvalho, que, com o resultado, garantiu o título de Campeão. Fontana terminou na segunda posição e Olivério, em terceiro.

Dentre os pilotos da Júnior Menor quem efetivamente se destacou foi o carioca Olin Galli. Lider da maior parte do Campeonato o piloto largou na frente na primeira bateria e administrou bem sua vantagem até a bandeirada final, que foi recebida com pouco mais de um segundo de vantagem para Léo Gimenes, que chegou em segundo. Matheus Chequer, chegou em terceiro, um pouco mais atrás. Na segunda corrida a disputa foi muito apertada entre Galli, e João Archer, que havia largado do oitavo lugar. Em uma rápida escalada pelo pelotão Archer chegou à briga pela liderança e, após algumas voltas, superou Galli. Os dois permaneceram na briga até a bandeirada final que, novamente, foi apresentada para Galli que, com isso, garantiu o título. Archer cruzou em segundo e Gimenes, em terceiro.

Finalizando as atividades da manhã os concorrentes da categoria Júnior tomaram à pista, mas, cientes que seria muito difícil tirar o título de Cacé Almeida. Na primeira bateria a disputa começou apertada entre Almeida e Victor Franzoni. Porém, um enrosco entre os dois fez com que a roda de Franzoni se quebrasse e, com isso, Almeida seguisse tranqüilo para a bandeirada da vitória. Marco Túlio chegou em segundo e Yuki Duzanowski, em terceiro. Na segunda bateria Marco Túlio assumiu a ponta enquanto que, Franzoni, vinha de trás em prova de recuperação. Almeida, pensando apenas no Campeonato, administrava. Franzoni, com belas ultrapassagens, chegou à liderança e, com quase três segundos de vantagem venceu a corrida. Marco Túlio novamente foi o segundo e Duzanowski, o terceiro. Cacé comemorou o título ao finalizar a corrida na quarta posição.

Após as disputas da parte da manhã os pilotos das categorias Master “A”, Master “B”, Super Sênior, Sprinter “A” e Sprinter “B” entraram na pista para a finalização da última etapa da Copa São Paulo Light 2009.

Apesar de ter chovido durante cerca de 30 minutos antes da primeira corrida vespertina o sol voltou forte e sacou todo o traçado para a prova da Super Master (união das categorias Master “A” e “B”), que abriu as competições da tarde. Vale ressaltar que no grid, além dos tradicionais pilotos do Light, estavam o piloto Alberto Valério, da GP2 Series e o Hepta-campeão Renato Russo.

Nas duas baterias desta classe o piloto Fernando Gomes Croce (Master “A”) venceu e, com isso, sagrou-se campeão da Copa São Paulo Light. Nas duas provas ele foi bastante pressionado por Marcelo Okazaki, que tinha chances de conquistar o Campeonato, mas, não chegou a ultrapassá-lo. Okazaki terminou as duas corridas na segunda posição. Daniel Croce terminou em terceiro na primeira corrida e Rodrigo Piquet foi o terceiro, na segunda prova. Pela Master “B” o título ficou com Luis Midon que foi o vencedor na primeira prova e o segundo colocado, na segunda.

As baterias da Super Sênior foram disputadas por 15 pilotos e a competitividade entre eles mostrou que, apesar dos mais de 40 anos, todos estavam em forma para muita velocidade. Na primeira corrida Massayuki Katsui venceu seguido por Luiz Antônio Nista e Eduardo Pedra. A corrida seguinte foi vencida por Nista, após ser muito pressionado por Katsui e Jayme Drummond. Com os resultados Massayuki pode comemorar novamente o título do Light.

As duas baterias da Sprinter “A” tiveram vencedores diferentes, mas, consagraram o primeiro vencedor, Guilherme Salas, como o campeão da temporada 2009. Após uma corrida muito disputada nas primeiras voltas ele conseguiu abrir uma boa vantagem para Victor Caliman, que vinha em segundo, e Jean Paturle, em terceiro. Na segunda bateria o vencedor foi Alain Sisdeli, que após uma corrida de recuperação chegou à liderança na metade da bateria e não mais perdeu a liderança até a bandeirada final. Jean Paturle chegou em segundo e Fabiano Machado, foi o terceiro.

A categoria Sprinter “B” finalizou o dia de disputas e, assim, a Copa São Paulo Light. Bruno Ferreira venceu a primeira corrida após superar Felipe Marra, que havia largado da primeira posição. Marra, por sua vez, foi o segundo e Renan Paparelli, o terceiro. Na segunda corrida Marra conseguiu vencer e, com isso, garantiu o título da temporada. Renana Paparelli terminou em segundo e Bruno Ferreira, foi o terceiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *