Kart: Danilo Dirani é destaque do Campeonato Norte-Americano de Shifter Kart

Piloto, que pode disputar a Fórmula Atlantic ou Fórmula 3000 Européia em 2007, participa do Florida Winter Tour pela equipe oficial da Tony Kart.

Enquanto negocia seu futuro no automobilismo internacional, o brasileiro Danilo Dirani tem impressionado os norte-americanos com sua performance no Shifter kart. O paulista, de 24 anos, recebeu um convite para disputar o Florida Winter Tour, na categoria Pro Shifter, pela equipe oficial da Tony Kart. Passadas quatro etapas, ele está em quarto lugar no campeonato, com 300 pontos, apenas 35 atrás do líder Jonathan Branam.

A última rodada dupla aconteceu no final de semana passado (dias 17 e 18), em Homestead (EUA), e Dirani conquistou dois pódios, chegando em terceiro lugar em ambas as etapas. A próxima disputa será nos dias 17 e 18 de março, em Ocala, Sebring.

“Sempre gostei muito dos karts com marcha. No final do ano passado, durante um treino para as 500 Milhas da Granja Viana, um representante da Tony Kart dos Estados Unidos me viu andando e cogitou a idéia de fazer uma corrida teste com a equipe”, contou Dirani, que iniciou a carreira no kart, onde coleciona inúmeros títulos, dentre eles cinco Paulistas, dois Brasileiros, dois Sul-americanos e dois Pan-americanos.

“A categoria é a Fórmula 1 do kart. A maioria das equipes é oficial de fábrica, como a CRG, Birel, Kosmic, Arrow, Tony Kart e a Italian Motors. É uma categoria bem respeitada nos Estados Unidos e na Europa, por ser um kart com câmbio e extremamente rápido”, destacou o paulista.

“Em janeiro fiz a primeira etapa e lá consegui minha vaga para disputar as outras provas do Winter Tour, além de garantir um lugar no campeonato Norte-americano, chamado Stars of Karting. Talvez eu também dispute o Europeu e o Mundial pela equipe oficial da Tony Kart”, revelou.

A cada dia do final de semana os pilotos participam de uma classificação, uma corrida pré-final e uma final. Na primeira etapa que disputou, em Homestead, Dirani teve problemas logo na largada e ao invés de sair em sexto partiu do 28º e último lugar. Ele já estava em quarto na pré-final, quando sofreu uma quebra da transmissão, faltando duas voltas. Na bateria final, ele largou em 18º e fez uma ótima corrida de recuperação, terminando em sexto. No dia seguinte, largando em sexto, ele terminou em quarto na pré-final. Na corrida final, ficou em sexto lugar novamente.

Na última rodada dupla, também em Homestead, mas utilizando um traçado distinto, Dirani largou em quarto na prova de sábado (dia 17), terminou em terceiro na pré-final e repetiu o resultado na bateria final, conquistando seu primeiro pódio.

No domingo (18), o piloto esperava um resultado ainda melhor, mas teve um problema em uma das rodas durante a classificação e largou em 24º. Mesmo assim, conseguiu terminar em oitavo na pré-final, repetindo novamente o pódio, com o terceiro lugar na final. Dirani também registrou as duas melhores voltas das corridas.

Outro ponto de destaque na performance do brasileiro é que ele é o único entre os 15 primeiros a usar motor Vortex, que é um pouco inferior aos propulsores TM (os mais usados e oficiais da Italian Motors) e aos Maxters (usados pela equipe oficial da CRG).

O piloto, que negocia com equipes da Fórmula 3000 Européia e Fórmula Atlantic para a temporada 2007, afirma que pretende continuar disputando o Shifter kart, mesmo que feche um acordo com uma dessas categorias.

“Vou fazer os campeonatos em paralelo. Eles são bastante profissionais e as provas muito competitivas. No Winter Tour temos 30 pilotos por rodada e o Stars deve ter algo em torno de 80. Pretendo conciliar as competições, porque também gosto muito de karts”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *