Kart: Felipe Fraga disputa o Capacete de Ouro pelo segundo ano seguido

Já passou o tempo em que o fim de uma temporada no automobilismo significava para os pilotos sair da pista e já começar a pensar no próximo ano. Não que isto não aconteça atualmente, muito pelo contrário. Nos 10 últimos anos, porém, entre o fim e o início das temporadas, alguns privilegiados têm outro compromisso: ir à São Paulo, onde todos os finais de ano acontece a festa de entrega do Capacete de Ouro, o mais importante prêmio do automobilismo brasileiro.

Promovido pela Revista Racing, especializada em automobilismo, o Capacete de Ouro é o ápice de uma temporada recheada de disputas, alegrias, tristezas, vitórias e derrotas.

Para Felipe Fraga, a honra de estar nesta festa acontecerá pelo segundo ano consecutivo. E pelo segundo ano consecutivo, o piloto apoiado pelo Governo do Estado do Tocantins buscará a premiação máxima. “No ano passado tive a imensa felicidade de voltar para Palmas com o Capacete de Ouro, ganhando na categoria Revelação”, contou Felipe. “Agora brigo outra vez pelo prêmio, novamente na Revelação”, emenda Felipe, que terá a companhia de Erik Gasparini, piloto da Cadete, e de Vinícius Sammarone, da categoria Novatos.

Requisitos para ganhar outro Capacete de Ouro Felipe Fraga tem. Nos últimos dois anos, Felipe Fraga venceu dois Campeonatos Brasileiros e dois Sul-Brasileiros, além de ter tido belíssimas atuações em diversos eventos nacionais e estaduais, que culminaram com posições que, invariavelmente, lhe deixaram entre os três primeiros colocados. Especialmente nesta temporada, Fraga venceu, além do Brasileiro e do Sul-Brasileiro, metade das etapas do Campeonato Paulista na categoria Júnior Menor, onde ocupa a vice-liderança, além de ter sido um dos principais destaques da última Copa Brasil.

“Terei dois concorrentes de peso nesta busca pelo segundo Capacete de Ouro. Mas acho também que tenho boas chances de vencer, pois tenho feito uma bela temporada, com muitos bons resultados”, anima-se o piloto, que fala com alegria quando avalia a importância de um evento como este. “Foi uma bela idéia da Racing criar esta premiação, que agora completa dez anos. É um incentivo importante ser indicado como finalista, imagina ganhar. Ganhar tem um significado ainda maior, já que premia toda uma temporada vitoriosa”, elogia.

A entrega do Capacete de Ouro – e também do de Prata e Bronze – será feita em uma bela festa no dia 20 de novembro, no Teatro Alfa, em São Paulo (SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *