Kart: Jonathan Louis é finalista da Seletiva Petrobras de Kart

Competindo contra 24 pilotos, o piloto paranaense Jonathan Louis (Pincelli / Raceland / apoio da Birel / Bisa / Nicrom / Plascon – Plásticos Concórdia / Levyplast / TCD – Transportes Campos Dourados / John Montagu Sandwich) garantiu a vaga para a fase final da Seletiva Petrobras ao chegar em segundo lugar na Copa São Paulo Light de Kart, categoria Sprint “A”. A competição aconteceu no sábado no kartódromo de Aldeia da Serra, em São Paulo.

O piloto de Curitiba Jonathan Louis segue triunfando nas competições de kart pelo país. No último sábado ele disputou a sexta etapa da Copa São Paulo Light na categoria Sprint “A” (Graduados A), que valia duas vagas para a fase final da Seletiva Petrobras. Ao lado de outros 24 concorrentes, Jonathan Louis largou em segundo e chegou a duelar pela ponta, chegando em algumas voltas a assumir a ponta, mas no final ele cruzou a linha de chegada em segundo, garantindo assim uma das duas vagas para a fase final da Seletiva.

 

Foi a primeira vez que Jonathan Louis tentou a vaga este ano e conseguiu na corrida mais competitiva de 2009. “Em todos os treinos para a competição, desde quarta-feira, fui um dos mais rápidos porque treinei com o motor igual ao que iríamos correr no sábado e com carburadores do Tibola, além da preparação do chassi feito pelo Luís Moro, que estava excelente. Com um ótimo acerto fiz a pole na geral e a volta mais rápida da semana, só que perdi a primeira posição na volta Top Qualifyng e larguei em segundo”, explicou o piloto de Curitiba.

 

Na terceira volta, John assumiu a liderança e manteve-se até mais ou menos três quarto da prova, quando chegou a trocar de posição, mas preferiu não brigar pela posição, pois a vaga na final da Seletiva era mais importante do que a vitória num campeonato, que ele nem disputa. Jonathan diminuiu um pouco o ritmo e manteve-se na segunda posição acompanhando o ponteiro até a bandeirada final. Desta forma ele garantiu a vaga competindo numa categoria acima da qual ele fio campeão Brasileiro. “Preferi a vaga a disputar a ponta. Numa disputa poderia botar tudo a perder então preferi me manter em segundo e ser finalista da Seletiva Petrobras”, explicou o piloto, que cruzou a linha de chegada em segundo, menos de meio segundo atrás do vencedor.

 

Com a vaga garantida, Jonathan Louis terá a chance de brigar com os onze melhores kartistas do Brasil no fim do ano, por um prêmio de R$ 100 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *