Kart: Ministério do Esporte aprova projeto de incentivo à categoria Parakart

Ministro Orlando Silva autoriza captação de R$ 800 mil para promover modalidade destinada a portadores de necessidades especiais

O Diário Oficial da União publicou em sua edição do dia 13 a aprovação do processo 58701.001677/2009-94 que permite a captação de aproximadamente R$ 800.000,00 em recursos para a promoção da categoria Parakart junto a empresas estabelecidas no País aproveitando os benefícios da Lei do Esporte. Modalidade kartística destinada a pilotos portadores de necessidades especiais de locomoção, o Parakart acontece regulamente em São Paulo, onde são disputados o Campeonato Brasileiro e a Copa São Paulo.

O projeto desta ação foi desenvolvido através de um esforço liderado pela Confederação Brasileira de Automobilismo e que envolveu a empresa de consultoria ISG – especializado em estruturar ações desportivas dentro do ambiente de negócios – e pelos fundadores da categoria, Neidyr Cury Filho e Domingos Zamorra. Para Cleyton Pinteiro, presidente da CBA, a aprovação do projeto pelo Ministro Orlando Silva abre novas perspectivas para a prática desta especialidade:

“Graças a um trabalho sério e consistente desenvolvido nos últimos dez meses com parceiros de visão conseguimos junto ao Ministério do Esporte o reconhecimento necessário para aumentar a abrangência da categoria Parakart. Com esse apoio poderemos levar o automobilismo a uma parcela da população que até agora não podia desfrutar dos benefícios que o esporte proporciona.”

Pinteiro ressaltou que “o sucesso desta aprovação deve-se em grande parte à importância do trabalho desenvolvido pela ISG”, consultoria dos empresários Gustavo Cruz e Luis Octavio Ratto Segundo Ratto, responsável pelo projeto, o tema foi abraçado por toda sua equipe:

“Todos os nossos colaboradores assumiram esse projeto como uma bandeira, postura que deixou muito orgulhoso. Temos certeza que este trabalho trará conseqüências das mais positivas à toda sociedade.”

Pinteiro destacou ainda que o projeto só foi possível graças ao esforço de Neidyr Cury Filho e Domingos Zamorra, que investiram altas somas na implantação do Parakart “estritamente por questões beneméritas”. Ao saber da decisão governamental Cury Filho lembrou que agora sua responsabilidade aumentou:

“Sem dúvida é uma grande vitória para todos nós que temos o automobilismo como paixão. Com o reconhecimento desse trabalho por parte do Ministério do Esporte agora temos que honrar essa confiança e trabalhar para que mais esportistas portadores de necessidades especiais se juntem ao nosso grupo.”

A medida aprovada pelo Ministério do Esporte permite que empresas estabelecidas no Brasil invistam o equivalente a 1% do imposto de renda devido ao longo do exercício fiscal até o valor máximo de R$ 797.768,30. O período de captação é válido até o dia 31 de março de 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *