Kart Nacional: Comunicado da Federação Pernambucana de Automobilismo

Nota do presidente Waldner Bernardo

Após a Federação Pernambucana de Automobilismo (FPA) ser chamada a depor pela 1ª Delegacia de Policia Civil de Carpina (PE), onde prestamos esclarecimentos de como funciona a dinâmica de uma prova e de um campeonato homologado, encaminhamos a este delegado um oficio, solicitando informações de quem eram os participantes desta prova.

Feito isso, nos informaram a participação de 12 pilotos, sendo que três deles eram filiados em 2013 a FPA. Logo em seguida a FPA enviou ao procurador do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) este nomes, que envio denuncia ao tribunal e este pilotos foram devidamente notificados e suspensos por 30 dias preventivamente, cumprindo-se os tramites legais e os prazos de defesa, bem como a ouvida destes pilotos, o TJD, procedeu com o julgamento destes pilotos, decidindo pela seguinte pena:

2 anos de suspensão e multa de 100 Ups (termo equivalente a R$20 mil)

Ainda, do ponto de vista desportivo, a FPA se baseia no artigo abaixo:

SEÇÃO III – DA RECUSA DE INSCRIÇÃO
Art. 72 – A CBA e/ou FAU poderão se recusar a aceitar a inscrição de um piloto, navegador ou equipe, desde que justifique o motivo.

A FPA, ira recusar a inscrição, pelo mesmo período que este 3 pilotos estiverem suspensos, de qualquer outra pessoa, que esteja nesta lista e que venha a se tornar piloto ou a renovar sua licença, pois também contas nesta mais alguns pilotos que não estão filiados em 2013, isso em qualquer competição automobilística realizada sobre a supervisão desta FAU.

Do ponto de vista civil/criminal a FPA ainda aguarda a conclusão do processo para que tome as devidas providencias.

Waldner Bernardo
Presidente da Federação Pernambucana de Automobilismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *