Kart: Quebra do kart obriga Mario Haberfeld, Christian Fittipaldi e Vitor Meira a abandonar as 500 Milhas

Trio do kart de número 1 também sofreu uma batida na pista.

A 11ª edição das 500 Milhas da Granja Viana acabou mais cedo para o trio do kart número 1, formado por Mario Haberfeld (Liofol), Christian Fittipaldi e Vitor Meira (Delphi). Na corrida disputada esta madrugada (01/12) em Cotia, na Grande São Paulo, a vitória ficou com a equipe de Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Lucas Di Grassi, Renato Russo e Felipe Giaffone.
 
Haberfeld largou em 12º, subindo para quinto na primeira meia-hora de prova. O paulista tinha Barrichello logo à sua frente quando um outro kart rodou na pista e atingiu os outros dois que vinham atrás. “A batida entortou a barra de direção, o que nos obrigou a ficar um bom tempo parados nos boxes“, lamentou Mario.
 
O kart de número 1 voltou para a pista em 56º. Fittipaldi e Meira andaram antes de Haberfeld assumir novamente o volante. Os três pilotos ganharam várias posições, subindo para o sétimo lugar. “O kart estava muito rápido, o que pôde ser comprovado quando eu fiz a volta mais rápida da prova”, continuou Mario.
 
O abandono aconteceu quando Meira voltou a correr e um pedaço do chassi quebrou. “A solda estava mal feita e não tinha como consertar. Foi uma pena, mas vamos tentar melhorar agora para o próximo ano”.
 
Confira os 10 primeiros das 500 Milhas da Granja Viana:
1 Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Lucas Di Grassi e Renato Russo, 581 voltas em 10h35min41s829
2 Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Antonio Pizzonia, Lucas Di Grassi e Thiago Camilo, a 3s179
3 Luciano Burti, Denis Dirani, Gabriel Dias e Felipe Guimarães, a 5s635
4 Osvaldo Negri Jr., Pedro Gomes, Roberto Gomes, Fernando Wortman, João Gonçalves e Rafael Mattos, a 43s195
5 Nelsinho Piquet, Rodrigo Piquet, Clemente Faria Jr., Felipe Nars, Geraldo Piquet e Tuka Rocha, a duas voltas
6 Tuka Rocha, Lucas Foresti, Geraldo Piquet e Tiago Azalin, a duas voltas
7 Alexandre Ruiz, João Preto, Glauco Alex, Bruno Neves, Felipe Lobo e Pedro Barbosa, a três voltas
8 Alexandre Rosário, André Rosário e Rafael Daniel, a três voltas
9 Sérgio Jimenez, André Nicastro, Mário Romancini, Felipe Lapenna, Pedro Rodrigues, Beto Monteiro e Osman Galid, a três voltas
10 Emílio Padron, Mário Maia, Osvaldo Badula e Leonardo Valois, a cinco voltas
63 – Mario Haberfeld, Christian Fittipaldi e Vitor Meira, a 122 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *