Kart: Sábado para esquecer, diz Fábio Gomide

O piloto Fábio Gomide (Alltec Química / Clariant / Comarplast), atual campeão da Copa Brasil na Sênior B e Campeão Brasileiro de 2005 na mesma categoria, viveu um sábado de sentimentos ambíguos no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP), onde se desenrolou a 7ª etapa do Campeonato Paulista Light.

Depois de ter obtido tempos muito bons durante os treinos livres da semana, Fábio, que competia na categoria Sênior 125cc, começou o sábado com um revés, o de ter seu melhor motor travado durante o treino de aquecimento para a tomada de tempos. Como é de seu temperamento, Fábio não se abateu e foi para a tomada com seu segundo motor e marcou a segunda melhor volta, garantindo assim um lugar na primeira fila do grid de largada.

“Mesmo indo para a tomada com o segundo motor, eu sabia que poderia obter um bom tempo, o que efetivamente aconteceu. Depois disto, o otimismo aumentou ainda mais, já que enquanto eu tomava tempo, o Zago, meu preparador de motores, refazia o motor titular. Com isto, eu tinha certeza de que poderia brigar pela vitória”, contou Fábio, logo após a prova.

Porém, já na volta de apresentação, o sinal de alerta de acendeu. “Senti um problema de carburação durante a volta de apresentação. Deu ‘falta’ de combustível e ainda tentei consertar mexendo nas agulhas do carburador. Mas não deu e tive que ir ao Parque Fechado para tentar resolver o problema”, explicou Fábio, referindo-se ao local onde os pilotos fazem seus reparos em casos como este, para onde foi após completar a primeira volta.

Com isto, Fábio ficou bastante prejudicado logo no início da prova e, ao voltar à pista, tentou recuperar o terreno perdido, mas não deu. Oito voltas depois, ele acabou abandonando definitivamente. “Foi uma pena, pois tínhamos certeza de que eu poderia ter brigado pela vitória. Mas tudo bem, pelo menos esta prova eu poderei descartar, e por isto, continuo totalmente na disputa pelo título”, lamentou. “Fica a tristeza, ainda mais depois de todo o trabalho da equipe, principalmente do Zago, que fez um motor às pressas para a prova”, finalizou.

A vitória ficou com o carioca Marcelo Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *