Kart: Sabiá Racing viveu situações distintas em 2ª etapa do Paulista

A segunda rodada dupla do Campeonato Paulista de Kart, disputada no último sábado (2) no Kartódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), não terminou de acordo com o esperado por Cláudio Dantas, o Sabiá, chefe da equipe.

O time, que nesta competição era composto por Erik Gasparini (Kadet), Paulo Breim (Biland Super Sênior) e Rafael Suzuki (KZ1 e Biland Graduados), enfrentou alguns problemas no sábado, alguns técnicos e outros de ordem desportiva, como por exemplo, no segundo lugar de Paulo Breim.

“No caso do Breim, se é que se pode dizer que aconteceu algo, foi o resultado como um todo. Ele não venceu e acabou superado por outro concorrente na tabela de classificação na categoria dele. O resultado foi normal, afinal não se pode ganhar a cada final de semana, e na próxima etapa tenho certeza de que o Breim poderá repetir a vitória da 1ª etapa e reassumir a liderança, que agora está a apenas um ponto”, declarou Dantas.

Com Rafael Suzuki, que competiu em duas categorias, dois resultados distintos. Na Biland Graduados ele teve que abandonar quando faltavam onze voltas, com a corrente quebrada. Já na KZ1, mais conhecida como Shifter, Suzuki obteve um 2º e um 3º lugares, além da melhor volta na 2ª bateria. Os resultados conjuntos lhe garantiram a vice-liderança da competição. “Foi uma pena ter quebrado a corrente do Rafael, mas na Shifter ele conseguiu compensar. É uma categoria em que a Sabiá Racing ainda está apenas começando seu trabalho e gostamos muito dos resultados até aqui”, comentou Cláudio Dantas.

Por fim, na Kadet, Erik Gasparini, que havia chegado à Interlagos na liderança do Paulista, teve um sábado com problemas que lhe impediram de manter a boa posição. Nas duas baterias o pequeno piloto paulista terminou em 8º e 10º, respectivamente. “Realmente não foi legal para o Erik. O que estranhamos é que a 1ª etapa foi disputada sob as mesmas condições climáticas, chuva, e de lá para cá o kart do Erik não foi mais usado, pois ele não correu em nenhuma outra prova. Mas, de qualquer forma, voltamos à pista no dia seguinte, no domingo, com a pista também molhada e ele deu várias voltas. Já detectamos o que aconteceu, resolvemos e na próxima ele estará novamente na briga por uma vitória, como tem sido sempre na carreira dele”, finalizou Cláudio Dantas, o Sabiá, apelido que dá nome à equipe.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *