Kart: Sorte abandonou Victor Guerin em Itú

O piloto paulista teve corrente quebrada na Pré-final e foi envolvido em um acidente na largada da Final.

Victor Guerin (Puma) teve sua participação no 1º GP Brasil de Kart, disputado em Itú, marcada pela falta de sorte. O líder do Campeonato Paulista Light de Kart e um dos favoritos a vitória na competição pela categoria ROK foi traído pela corrente de seu kart na bateria Pré-final e acabou sendo envolvido numa batida na largada da prova Final, o que tirou completamente suas chances de conquistar um bom resultado.

Os problemas para Guerin começaram ainda na classificação realizada na sexta-feira, quando o piloto foi punido ao passar reto na chicane do final da reta dos boxes, e assim perdeu o 3º lugar conquistado no grid. “Vi que não ia conseguir fazer a chicane e passei reto. Fiz isso para evitar um acidente e não levei vantagem alguma em termos de tempo, mas mesmo assim fui punido”, disse Victor, que perdeu as duas melhores voltas obtidas na classificação e mais cinco posições no grid porque teve de trocar o motor de seu kart.

Partindo da 11ª posição na Pré-final disputada no sábado (1/09), o paulista fez uma grande largada, assumindo a 4ª posição. Com um excelente início de prova, Guerin ganhou posições e chegou a ocupar o 2º lugar. Travando um belo duelo com o piloto Bruno Bonifácio, Victor caiu para 3º , mas quando se preparava para tentar dar o troco no adversário, a corrente do kart quebrou, encerrando ali sua corrida.

Na prova Final, que teve o grid de largada formado pela ordem de chegada da bateria anterior, Guerin saiu mais uma vez na 11ª posição. Mas desta vez, ele não teve oportunidade de fazer outra boa largada. O piloto mineiro Fernando Rezende rodou na primeira curva, atingindo em cheio ao kart de Caio Conde. Victor vinha logo atrás, não teve tempo para desviar e subiu em cima do kart de Rezende. O paulista ainda conseguiu voltar a prova na penúltima posição e recebeu a bandeirada quadriculada no 8º lugar.

“Foi um sábado para esquecer. Tínhamos um ritmo muito bom na Pré-final e acredito que na pior das hipóteses terminaria no 3º lugar. Mas aí a corrente quebrou e complicou tudo. Largando atrás você fica sujeito a acidentes como esse. O Rezende rodou e atravessou a pista, acertando o Conde. Não consegui desviar e acabei envolvido na confusão. Uma pena”, lamentou Victor.

O título da categoria ROK ficou com o tocantinense Felipe Fraga. Agora Victor volta suas atenções para o Campeonato Paulista Light de Kart, onde lidera a categoria Júnior RBC. A próxima prova dessa competição está marcada para o dia 15 de setembro, em Aldeia da Serra, SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *