Kart: Yago Cesário vence em São Paulo

Foram quatro corridas batendo na trave até que, neste sábado, dia dez de abril, na terceira etapa da Copa São Paulo Light de Kart, o piloto Yago Cesário (Vizzon Jeans / Gráfica Conceito / MZ Racing) chegasse finalmente à sua primeira vitória na categoria Júnior, classe em que estreou nesta temporada.

Ele e seu irmão gêmeo Yuri, que há muitos anos disputam os principais campeonatos de kart do país, estiveram no último sábado no Kartódromo Aldeia da Serra onde participaram da corrida na cidade de Barueri, Grande São Paulo.
Após dois dias de treinos livres onde ambos acertaram os karts de forma semelhante os dois pilotos partiram confiantes para o dia da corrida. Após retirarem o motor sorteado junto à organização partiram direto para a tomada de tempos.
Yago saiu para a sessão com uma boa condição de pista, sem retardatários, e assim conseguiu registrar o tempo de 42s943 o que lhe garantiu a possibilidade de seguir ao Top Qualifying, para disputar a pole-position. Yuri, com 42s981 ficou a menos de um décimo do tempo do irmão, mas, a marca lhe deixou com a quarta posição do grid. No Top, Yago subiu mais uma posição e assegurou a segunda posição no grid, atrás apenas de Olin Galli.
No final da manhã a corrida foi autorizada. Em uma bela largada Yago assumiu a ponta seguido por João Pedro Archer. Yuri, por sua vez, ainda na segunda curva, teve a traseira de seu kart atingida por um concorrente, fazendo-o rodar. Ele ainda tentou voltar ao traçado, mas, o equipamento ficou completamente empenado, impossibilitando-o de completar ao menos a primeira volta. Lá na frente, a briga pela liderança pegava fogo entre Yago e Archer. Com karts que tinham rendimentos iguais os dois pilotos abriram mais de uma reta do restante do pelotão, até o meio da bateria, quando então, passaram a duelar pela liderança. Archer passou Yago, que passou Archer, que passou Yago e que novamente reassumiu a liderança. A disputa realmente foi empolgante até que, a quatro voltas para o final, Archer perdeu a referência de freada no “S” da entrada da reta e rodou, deixando assim a liderança, folgada, nas mãos de Yago. Com isso, o piloto goiano seguiu, longe de ameaças, até a bandeirada final e comemorou bastante a sua primeira vitória do ano.
“Estou realmente muito feliz pela vitória e, por outro lado, triste de não ter meu irmão ao meu lado, como sempre acontece. Estivemos muito perto da vitória no GP Brasil e até mesmo em outras etapas do Light, mas, infelizmente não aconteceu. Hoje deu tudo certo. O Archer estava muito rápido e foi difícil me manter na frente dele. Nos passamos algumas vezes, mas, ele é um grande amigo além de um forte adversário. Fiquei realmente triste por ele ter rodado. O kart, acima de qualquer coisa, é um esporte empolgante e quando temos alguém para disputar de igual para igual não dá vontade de parar”, finalizou o piloto que nesta quinta-feira completará 14 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *