LMS: Declarada a falência da Pescarolo Sport

Foi anunciada pela Corte Comercial de Le Mans, na França, a falência da Pescarolo Sport, fundada em 2000 pelo ex-piloto Henri Pescarolo.

Com sérios problemas financeiros a Pescarolo Sport já estava sob nova administração desde o dia 15 de junho, quando Jean Py (manager da Sora Racing) adquiriu, pelo simbólico valor de um Euro, 100% do capital, se tornando o principal dirigente e demitindo Pescarolo pouco depois. Contudo os problemas continuaram, levando a decretação do fim da companhia.

O francês Henri Pescarolo, nascido em 1942, estreou na F-1 em 1968, disputando 57 provas na categoria até 1976, pela Matra, March, BRM ente outros, marcando 12 pontos. Seu melhor resultado foi o 3º lugar no GP de Mônaco de 1970. A melhor volta do GP da Itália de 1971, média de 247, 016 km/h, foi por mais de vinte anos, a média mais rápida da F-1.

Nas 24 Horas de Le Mans Pescarolo venceu quatro vezes no geral (1972, 1973, 1974 e 1984) e seis em Classes (1972, 1973, 1974, 1976, 1984, 1992). No total foram 33 participações, a última em 1999.

A Pescarolo Sport foi fundada em 2000, com o principal objetivo de disputar às 24 Horas de Le Mans usando chassis Courage. Pouco depois, com o suporte dos motores turbo diesel da Peugeot, as operações da equipe se estenderam para a ALMS, ELMS e FIA Sports Car, com a primeira vitoria acontecendo nos 1000 km de Estoril de 2001. Em 2003 o acordo de fornecimento de motores com a Peugeot acabou, mesmo com a equipe conquistando mais algumas vitórias.

Com o apoio da Sony, que promovia o Playstation 2, a equipe passou a usar motores Judd, começando a desenvolver por conta própria modificações  nos Courage. Em 2004, com as diferenças evidentes entre o carro e os Courage Padrão, os carros foram renomeados Pescarolo C60. Em 2005 a equipe sagrou-se Campeã do Le Mans Series, terminando em 2º lugar nas 24 Horas de Le Mans.

No ano seguinte a equipe dominou a temporada da Le Mans Series, levando o bi-campeonato com cinco vitórias. Nas 24 Horas de Le Mans outro segundo lugar.

Em 2007 a equipe estreou o seu primeiro chassi 100% feito na fábrica em Le Mans, o Pescarolo 01, que também passou a ser oferecido a clientes. O chassi se mostrou competitivo. Na LMS a equipe terminouo campeonato em 2º lugar, sendo 3ª colocada nas 24 Horas.

Nos dois anos seguintes, com a queda de rendimento dos chassis, a companhia começou a ter sérios problemas financeiros, se associando a Sora Racing.

No final de 2009 a AOK Racing assumiu o desenvolvimento técnico e a comercialização dos chassis.

Pela Classe LMP2 os dois carros da AOK Racing terminaram na 2ª e 4ª colocações nas 24 Horas de Le Mans deste ano.

Com a falência da Pescarolo Sport só resta saber até quando os Pescarolo 01 Judd serão vistos nas pistas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *