Marcas Carioca: João Scalabrin conquista o campeonato

João Scalabrin é o grande campeão do Estadual de Marcas 2011. Após 20 corridas e uma rodada final repleta de emoção, ele saiu do autódromo de Jacarepaguá comemorando um título que, para ele, naquele momento, fora com vantagem de apenas dois pontos sobre Elias Jr. No entanto, após comemorar a vitória nas duas corridas do dia, Elias foi desclassificado na vistoria técnica, por ter utilizado uma caixa de câmbio não permitida pelo regulamento. A emocionante decisão foi digna de um campeonato com média de 30 carros e grandes disputas. A Super Light já havia sido definida antecipadamente pela dupla Nilton Gomes/Guilherme de Paula. A programação em Jacarepaguá incluiu ainda disputas do Estadual de Arrancada (Confira resultados abaixo).

A vitória na primeira prova do dia foi comemorada por Elias Jr, que abriu confortável vantagem, a exemplo do que acontecera nas duas últimas da rodada anterior. Apesar do primeiro lugar, o piloto do carro número 11 sabia que não seria fácil a conquista do campeonato. “O título está quase nas mãos do Scalabrin”. Elias lamentou o fato de ter contato com um carro competitivo apenas nas últimas quatro rodadas, depois da troca de equipe. Mais preocupado em controlar a vantagem de pontos do que com a vitória, João Scalabrin correu com cautela e recebeu a bandeirada na terceira posição. “Procurei poupar o carro e evitar confusões”, comentou.

O líder do campeonato entrou na segunda corrida do dia precisando, a princípio, de um oitavo lugar para comemorar seu primeiro título estadual. Com a ordem invertida dos seis primeiros na largada, Scalabrin saiu em quarto, duas posições na frente de Elias, que demorou apenas três voltas para assumir a liderança, onde permaneceria nas 17 voltas restantes. Quando Faltavam sete voltas, um dos pneus do carro de Scalabrin furou e o piloto começou a perder posições até terminar em nono. Achando que o sonho do título tinha caído por terra, Scalabrin sentou-se no chão próximo ao parque fechado, desolado e aos prantos.

Mas as lágrimas dele e as da namorada, Renata Duarte, logo se transformaram em sorrisos e festa. Por ter ficado em quarto lugar na metade da corrida, quando o safety car reagrupa o grid e pontos são distribuídos aos cinco primeiros, Scalabrin ganhara mais dois pontos, que, até então, faziam diferença a seu favor, após o descarte do pior resultado de cada um na terceira fase do campeonato. “A ficha ainda não caiu. Depois de tanta angústia, ainda está difícil acreditar que sou o campeão do Estadual”, disse, sob a forte emoção da conquista inédita, o piloto de 23 anos.

João Scalabrin, aos 10 anos, começou a correr de kart, modalidade onde disputou três Brasileiros e sagrou-se bicampeão do Paulista do Interior. Após experimentar a sensação de chegar em quarto lugar em uma prova da Stock Jr, no Rio de Janeiro, a falta de patrocínio o afastou das pistas de 2007 até 2009, quando disputou as últimas duas corridas do Estadual do Rio. Em 2010, em sua primeira temporada completa, ficou em quinto lugar. A primeira vitória do campeão no Regional de Marcas veio na segunda etapa de 2011. Foram três no total. Para Scalabrin, a conquista foi fruto da regularidade. “Terminei 16 das 20 corridas, 15 das quais entre os cinco primeiros” Em 2012, ele pretende partir para um novo desafio: “Quero participar do Brasileiro de Marcas, basta conseguir um bom patrocínio”, desejou.

Após a desclassificação de Elias Jr, Celso Vianna e Rodrigo de Paoli herdaram as vitórias, respectivamente, nas primeira e segunda provas do dia.

 

Acompanhe os resultados:

 

Estadual de Turismo

 

19ª etapa

1º – Celso Vianna

2º – João Scalabrin

3º – Rodrigo de Paoli

4º – Paulo Lanfredi

5° – Marcelo Costa

 

20ª etapa

1º – Rodrigo de Paoli

2º – Olavo Leite

3º – Mario Ferreira

4º – Paulo Lanfredi

5° – Maurício Teixeira

 

Estadual de Arrancada

Categoria Desafio – Sidney de Jesus Machado – Gol

Categoria Desafio – Jorge da Conceição Pientznaver de Souza – Maverick

Categoria Traseira Original – Rui Carlos de Araújo – Maverick

Categoria Dianteira Turbo C – Edler Mello Magalhães Pinto – Saveiro

Categoria Dianteira Turbo B – Alexandre Luiz Ferreira da Silva – Gol

Categoria Dianteira Turbo A – Gustavo Brasil do Nascimento – Gol

Categoria Turbo Traseira – Bruno Delgado – Chevete

Categoria Força Livre Traseira – Ronaldo Gonçalves da Silva – Fusca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *