Metropolitano de Curitiba 2018 entra em fase decisiva

O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) recebe neste fim de semana (18 e 19/8) a quarta etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto, que entra em fase decisiva, com as três últimas etapas da temporada 2018. O evento será disputado em duas baterias nas categorias Turismo, Marcas “A” e “B”, Turismo 5000 “A” e “B”, Terra Marcas “A”, Terra Turismo “B” e Terra Turismo “C”, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Posto Taborda, Hotel Slaviero Executive Pinhais, Zanoello Troféus e Trans Magnabosco.

A Turismo 1.6 “I” que na temporada 2018 passou a correr junto com as categorias Marcas, conta em média com nove carros e muita disputa. Nas seis primeiras corridas até a terceira etapa, foram três vencedores diferentes. A dupla Rômulo Lazzari/Felipe Lobo, que lidera com 104 pontos, venceu três, José Pederneiras (100) venceu duas e Gedson Gonçalves (47), que não participou da etapa passada, venceu uma. As provas do fim de semana prometem bons “pegas”. Nas categorias Marcas, para carros injetados, os pilotos são divididos em dois grupos: “A” e “B”, conforme sua graduação junto à FPrA. Com grid superior a 20 carros, Gustavo Magnabosco é o líder com 107 pontos e venceu quatro corridas, Fausto de Lucca está em segundo, com 68 pontos, pela regularidade, Richard Heidrich(62) e Edson Bueno (28) venceram uma cada, na Marcas “A”, que é uma das categorias mais disputadas do campeonato. E na Marcas “B”, como sempre muito disputada, a dupla João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg está na liderança com 92 pontos e venceu três provas, Wilians Peres assumiu o segundo lugar na terceira etapa, com 74 pontos e duas vitórias. Marcelo Andrade é o terceiro com 67 pontos. Na Turismo 5000 “A”, com os antigos Omega de Stock Car, a terceira etapa teve domínio de Armin Kliewer, que venceu as duas corridas e lidera com 90 pontos. Richard Heidrich está em segundo, com 57 pontos, pela regularidade e o paranaense Marco Antonio Garcia em terceiro com 51. Na categoria “B”, para Omegas e Opalas da Velocidade na Terra, Maurício Gaudêncio é o líder com 117 pontos, três vitórias e três segundos lugares. Gilberto Carlassara, que não correu a terceira etapa, está em segundo lugar, com 59 pontos e Luiz Fernando Busato está na terceira colocação, com 54 pontos.

As categorias Terra começaram o ano de 2018 com o maior grid do Metropolitano de Velocidade no Asfalto de Curitiba, reunindo 42 carros nas três primeiras etapas. Na Terra Marcas “A”, a dupla Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski está na liderança com 107 pontos e duas vitórias, empatada com Leonardo Kovalski que também venceu duas provas. Roberto Bonato é o terceiro colocado com 63 pontos. Na Terra Turismo “B”, Guilherme Ragnini venceu quatro corridas e lidera com 109 pontos. O vice-líder Carlos Eduardo Schilipack ganhou uma e soma 66 pontos e o terceiro colocado Luiz Otávio Brambila tem 61. Mas tem mais pilotos querendo vencer na categoria, Artur Bailo Neto e Aleksander Pereira que vêm na cola dos líderes. E na Terra Turismo “C”, Evandro Maldonado lidera com 107 pontos e três vitórias. James Schwerdtner está em segundo lugar com 85 pontos, com dois segundos e três terceiros lugares. José Luís Cavassin está em terceiro lugar, com 84 pontos e uma vitória, seguindo na sua cola dos líderes. O fim de semana promete boas corridas no AIC.

– Programação –

A programação da quarta etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2018 começa no sábado (18/8), com a realização de quatro treinos livres e os treinos classificatórios do Metropolitano de Curitiba, nas categorias Marcas, Turismo 1.6, Turismo 5000 e Terra. Acontecerão ainda os briefings com os pilotos da Turismo 5000, das 12h20 às 12h35, pilotos da Marcas e Turismo das 12h40 às 13 horas e das categorias Terra das 13h05 às 13h25. A primeira prova das categorias Turismo 5000, será realizada a partir das 16h35, para 20 minutos mais duas voltas. E no domingo (19/8), o evento acontece das 8h20 às 15h35, iniciando com os warm-ups, das 8h20 às 9h15, seguindo com as primeiras corridas do Metropolitano de Curitiba, nas categorias Marcas e Turismo 1.6, às 9h45, para 30 minutos mais duas voltas, Terra, às 10h45, para 20 minutos mais duas voltas, e a segunda corrida da Turismo 5000, às 11h35, para 20 minutos mais duas voltas seguida de pódio. Na parte da tarde, as disputas começam com a segunda prova das categorias Marcas e Turismo, às 13h30, seguida de pódio, e, encerrando as atividades de pista, às 15h05 larga a segunda prova das categorias Terra, com pódio previsto para as 15h35.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *