Mil Milhas: Aston Martin vence a edição 2006

Depois de mais de dez horas e meia de corrida, o Aston Martin de Nelson Piquet, Nelsinho Piquet, Hélio Castroneves e Christophe Bouchut vence a Mil Milhas Brasil de 2006.


De forma fantástica, o Aston Martin conquistou a vitória, depois de dominar grande parte da corrida. Na segunda posição, 5 voltas atrás, chegou o Mercedes Benz DTM 03 dos pilotos Tony Kanaan, Pedro Lamy, Giuliano Losacco e Raul Boesel. Completaram o pódio Antonio Hermann, Didier Theys, e Jean-Marc Gounon com o Saleen SR-7.

Na categoria GT2, a equipe italiana com a Ferrari 360 Modena dos pilotos Giannoccaro, Guidi e Vilander foram os vencedores, seguidos pelos Porsches de Orsi, Maluhy e Ricardo Maurício, e completando o pódio, Mesquita, Marcel Visconde, Omilton Visconte e Beto Posses.

Na categoria STC, a Alfa Romeo da equipe carioca Tekprom foi a vencedora, com os pilotos Uberto Molo, Claudio Capparelli e Istvan Minash, seguidos pela equipe Katalogo Racing da colunista do SpeedRacing.com.br Fernanda Parra e seu pai, Fernando Parra. Completaram o pódio os pilotos da equipe Tigueis, Carlos Tigueis, Ana Melo, Bel Melo e Leandro Mussio.

Na P2, a vitória ficou com a dupla Sérgio Ribas e Peter Wiliam, com o Spyder número 63; em segundo chegaram Rogério Castro e Luiz Freitas, seguidos por Silvio Coelho, Cesar Visconti e Matheus Maccari, todos a bordo do Spyder.

Confira a classificação geral da prova, após 374 voltas:

1º) Aston Martin (Cirtek) (GTP1, ), 374 voltas em 10:36:38.659 (média de 151.88 km/h)
2º) Mercedes DTM (Capuava) (GTP1, ), a 5 voltas
3º) Saleen (Konrad) (GTP1, ), a 10 voltas
4º) Ferrari 360 Modena (Playteam) (GT2, ), a 20 voltas
5º) Porsche (Baluarte Racing Team) (GT2, ), a 25 voltas
6º) Saleen (Konrad) (GTP1, ), a 26 voltas
7º) Corvette (GLPK Carsport) (GTP1, ), a 33 voltas
8º) Porsche (Stuttgart Sport Car) (GT2, ), a 44 voltas
9º) Porsche (CRT) (GT2, ), a 46 voltas
10º) Ferrari 575 (GPC) (GTP1, ), a 46 voltas
11º) Ferrari 550 (Tekprom) (GTP1, ), a 51 voltas
12º) Alfa Romeo 156 (Tekprom) (STC, ), a 65 voltas
13º) Omega (Katalogo Racing) (STC, ), a 70 voltas
14º) Spyder (Spyder Race) (P2, ), a 78 voltas
15º) Porsche (Stuttgart Sport Car) (GT2, ), a 83 voltas
16º) Spyder (HT Guerra) (P2, ), a 85 voltas
17º) Omega (Tigueis) (STC, ), a 145 voltas
18º) Spyder (Serata) (P2, ), a 162 voltas
19º) Spyder (HT Guerra) (P2, ), a 165 voltas
20º) Vectra (Daytona Performance) (STC, ), a 172 voltas
21º) Spyder (HT Guerra) (P2, ), a 223 voltas
22º) Spyder (Spyder Race) (P2, ), a 233 voltas
23º) BMW (Eurobike Motorsport) (STC, ), a 248 voltas
24º) Omega (Coruja) (STC, ), a 261 voltas
25º) Maserati (Maserati Competições) (GT2, ), a 273 voltas
26º) ZF 01 (Scuderia 111) (GTP1, ), a 317 voltas
27º) Ferrari 575 (GPC) (GTP1, ), a 317 voltas
28º) Spyder (Top Speed) (P2, ), a 348 voltas
29º) MCR GTP1 (Nascar Motorsport) (GTP1, ), a 356 voltas

Melhor Volta: ZF 01 (Scuderia 111), 1:33.558

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *