Mil Milhas: Prova apresenta novidades para a edição internacional

Prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e organizadores da prova lançam evento nesta quarta-feira.

A cidade de São Paulo será palco de mais um grande evento do automobilismo mundial. A Mil Milhas Brasil encerra neste ano o campeonato da Le Mans Series. A categoria, que reúne os mais velozes protótipos do mundo, fará pela primeira vez uma etapa na América Latina. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, no WTC Hotel, o organizador da prova, Antonio Hermann, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o presidente da SP Turis, Caio Luiz de Carvalho, o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Paulo Scaglione, e o presidente da Sight Momentum, Julio Anguita, formalizaram acordo que confirma a corrida no dia 10 de novembro de 2007, no Autódromo de Interlagos, na Zona Sul da capital paulista.

“O apoio da prefeitura de São Paulo é fundamental para a Mil Milhas Brasil. O evento tem tudo para crescer ainda mais e agradar os torcedores. Nossa idéia é extrapolar os fãs do automobilismo e conquistarmos outros públicos”, disse o organizador Antonio Hermann.

Com a internacionalização, a Mil Milhas movimentará também o turismo na cidade de São Paulo. Apenas entre pilotos, equipes, jornalistas e organizadores, são esperadas 1.200 pessoas do exterior, sem contar um número expressivo de fãs de outras cidades brasileiras.

“Essa é uma parceria de convicções. Só podemos comemorar, pois receberemos mais um grande evento esportivo, um dos maiores do automobilismo mundial. A cidade de São Paulo sabe, como poucas metrópoles no planeta, receber e viver um evento deste porte”, disse o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Uma iniciativa da organização para atrair os torcedores é a criação de eventos paralelos à corrida. Será montado um Village com 5 mil metros quadrados, que reunirá áreas de gastronomia, lojas, exposições, games e entretenimento, além de dois grandes shows, na abertura e no encerramento do evento. O trabalho de marketing é gerenciado por Alessandro Martinelli, da Mil Milhas Brasil.

“Vamos seguir os padrões das principais corridas do mundo. Quando um fã acompanha uma prova como as 24 Horas de Le Mans ele tem várias opções de lazer ao seu dispor. Isso estreita ainda mais os laços entre a prova e os torcedores”, disse Alessandro Martinelli.

No final de semana anterior à corrida acontecerá uma apresentação dos carros no Parque do Ibirapuera, que deve atingir cerca de 100 mil pessoas.

“O objetivo é consolidar a imagem da prova. Queremos extrapolar o sucesso obtido na pista, com a conversão de várias atrações em um único local. Para isso, criamos uma campanha de divulgação com o slogan ‘Venha Viver a Mil’. A prova mais tradicional do automobilismo nacional tem tudo para se tornar uma das mais populares também”, disse Julio Anguita, presidente da Sight Momentum.

ATRAÇÕES NA PISTA

Entre os destaques da categoria de Endurance, provas de longa duração, estão máquinas com valores superiores a 5 milhões de dólares e tecnologia de Fórmula-1 como o Peugeot 908, com a revolucionária tecnologia Diesel para competição, o Courage C65, MG Lola, Pescarolo Judd, Creation Judd e carros Gran Turismo como Porsche 997, Ferrari F430 e 550, Panoz Esperante, Corvette C6-R, Saleen S7-R e o Aston Martin DBR-9. Os carros são divididos em quatro categorias LMP1, LMP2, LMGT1 e LMGT2 de acordo com as especificações técnicas.

“A Mil Milhas Brasil trará ao Brasil o topo do automobilismo mundial. Outro ponto importante a ser ressaltado é a respaldo que o esporte nacional está recebendo das autoridades e da opinião pública”, afirmou o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Paulo Scaglione.

Os pilotos também chamarão a atenção dos fãs. Além dos principais representantes do Endurance do mundo, alguns nomes com passagem pela Fórmula-1 como o sueco Stefan Johansson, o espanhol Marc Gené, o holandês Jan Lammers, o português Pedro Lamy, o francês Jean-Christophe Bouilin têm presença garantida. Entre os brasileiros, já estão confirmados Christian Fittipaldi, que vai correr com um Aston Martin da LMGT1, e Thomas Erdos, que disputa o título da LMP2. Vice-campeão da categoria em 2006, Erdos, que deixou o Rio de Janeiro aos 19 anos, jamais correu em solo nacional e está ansioso para disputar as Mil Milhas Brasil.

“É uma frustração que tenho como piloto. Competi nos circuitos mais importantes do mundo, como Le Mans, Nurburgring e Spa-Francorchamps, mas nunca andei em um autódromo brasileiro. Estou muito empolgado e tenho certeza que os brasileiros vão adorar a Le Mans Series”, falou Erdos, que divide um Protótipo MG EX264 com o inglês Mike Newton.

A Le Mans Series foi fundada em 2004 pelo A.C.O. – L’Automobile Club de L’Ouest, criador e organizador da mais importante corrida de automóveis do mundo que é a 24 Horas de Le Mans. Nas últimas três temporadas a Le Mans Series ganhou notoriedade e credibilidade amparada na herança da 24 Horas de Mans. No total, o calendário da Le Mans Series em 2007 tem seis etapas: 1000Km de Monza, 1000km de Valência na Espanha, 1000Km de Nürburgring, 1000Km de Spa-Francorchamps, 1000Km de Silverstone e a Mil Milhas Brasil.

Nesta temporada, a Le Mans Series tem média de 45 carros no grid, envolve 160 pilotos e 44 equipes de 11 nacionalidades diferentes. Durante o ano a cobertura de TV é feita por 40 emissoras em 200 países – tendo em média mais de 800 milhões de lares atingidos ao longo do calendário.

A organização do evento já acertou um acordo com a Rede Record, que fará cobertura do campeonato em sua grade de programação e transmitirá a prova para o Brasil e para o resto do mundo. Além disso, os promotores firmaram parceria também com a ESPN Brasil, que também mostrará compactos das provas da Le Mans Series desta temporada, e a Revista Caras. A organização ainda negocia novos acordos com veículos impressos e emissoras de rádio para a divulgação da prova. Repetindo o sucesso da última edição, a organização ainda colocará à disposição dos seus patrocinadores os paddocks e áreas de relacionamento no Autódromo de Interlagos.

UM POUCO DA HISTÓRIA DA MIL MILHAS BRASIL

Na década de 50, Wilson Fittipaldi e Eloy Gogliano pretendiam revolucionar as competições nacionais. Com o crescimento da indústria de automóveis e autopeças, a dupla vislumbrou a criação de uma prova que levasse pilotos e máquinas ao limite. Amparados pelo sucesso de outras competições de Endurance como as 24 horas de 1951, dedicada à motos e aos carros, e com apoio da Rádio Panamericana – Wilson Fittipaldi e Eloy Gogliano conquistaram a simpatia do mercado automobilístico.

Nascia assim, nos dias 24 e 25 de novembro de 1956, a Mil Milhas Brasileiras de Interlagos. Com a participação de 62 pilotos de todo o País, mais de 30 mil espectadores, a prova foi um sucesso e logo caiu no gosto popular. Ao longo dos anos, a corrida reuniu os maiores nomes do automobilismo nacional, como Chico Landi, Emerson e Wilson Fittipaldi, Nelson Piquet, Ingo Hoffmann, Chico Serra, Raul Boesel.

Categorias da Le Mans Series:

LMP1: Protótipos abertos ou fechados com peso mínimo de 925Kg, motores de até 6000cc e potência de 760 cavalos

LMP2: Protótipos abertos ou fechados com peso mínimo de 775 Kg, motores de até 4000cc e potência de 550 cavalos

GT1: Carros de Gran-Turismo com peso de 1.125Kg, motores de até 8000 cc e potência de 650 cavalos

GT2: Carros de Gran-Turismo com peso de 1.225Kg, motores de até 8000 cc e potência de 500 cavalos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *