Moto: Brasileiro de Motovelocidade começa no dia 17 de abril em Interlagos/SP

Campeonato terá seis etapas, sem descartes, e traz de volta o circuito de Goiânia ao cenário nacional.

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade de 2010 promete fortes emoções para os amantes das duas rodas. A competição que há muitos anos define o melhor piloto do país na modalidade terá seis etapas, começando nos dias 17 e 18 de abril, em Interlagos/SP, passando também por Santa Cruz do Sul/RS, Curitiba/PR, Brasília/DF, e trazendo como novidade a etapa de Goiânia/GO.

– Serão seis etapas, sem descartes. Deixamos também duas datas já reservadas para o Rio de Janeiro, em outubro e novembro, caso haja problema em uma das etapas confirmadas, como a chuva que cancelou a prova de Guaporé/RS no ano passado – diz Carlos Senise, diretor nacional de motovelocidade da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

O campeonato será disputado em cinco categorias: 125cc, 250cc, 600cc Sport, Superbike e Superbike Light.

– Não podemos pensar apenas nas categorias de cima. Temos como obrigação fomentar a prática do motociclismo, incentivando o surgimento de novos pilotos, e é por isso que a categoria 125cc não é esquecida no Campeonato Brasileiro. Essa é a categoria de entrada dos futuros grandes nomes da motovelocidade brasileira – completa Senise, também presidente da Federação de Motociclismo do Distrito Federal.

Dono de diversos títulos brasileiros e um dos principais nomes do esporte no país, Gilson Scudeler também comemorou a confirmação do Brasileiro de Motovelocidade. Scudeler já se retirou das pistas e concentra seus esforços no “Team Scud”, equipe com a qual pretende entrar na competição, e também na Fábrica de Campeões, projeto que pode fazer parte da competição, iniciando novos pilotos no esporte.

– O Fábrica de Campeões é um projeto que já tenho a bastante tempo, e com a CBM retomando o Brasileiro em alto nível acho que já começa a ser possível inserí-lo. Ainda estou buscando apoio na lei de incentivo ao esporte, pois será uma categoria sem custo para o piloto, com 24 motos iguais, transporte, preparação, macacões, tudo para facilitar a entrada de pilotos jovens no motociclismo – diz Scudeler. – Como chefe de equipe estou trabalhando para poder viabilizar a equipe, que pode ter o Chofard (Pierre) e um segundo piloto. Tenho toda a estrutura pronta – completa Scudeler.

Terceiro colocado no campeonato em 2009, José Luiz Teixeira Camargo, o “Cachorrão”, também é nome certo na briga pelo título brasileiro este ano. Motivado com o anúncio dos circuitos que farão parte da temporada, “Cachorrão” que se redimir pela perda do título de 2009.

– Estou motivado para o início do Campeonato Brasileiro. Acho que é a competição mais importante para um piloto que se dedica de verdade ao esporte. As pistas escolhidas para o Campeonato deste ano são excelentes, principalmente Santa Cruz do Sul, que é um circuito muito prazeroso de se andar. Curitiba também é um circuito muito legal, e tenho grande vontade de correr em Goiânia, que se não me engano é o único motódromo do Brasil – declara o piloto. – No ano passado a decisão do título foi muito apertada. Acho que perdi por não ter usado direito a cabeça, e isso eu vou conseguir mudar esse ano. Estou bastante motivado e ansioso para o início da competição – completa.

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Confira o calendário de 2010:

1ª etapa – 17 e 18/04 – Interlagos/SP
2ª etapa – 12 e 23/05 – Santa Cruz do Sul/RS
3ª etapa – 19 e 20/06 – Curitiba/PR
4ª etapa – 14 e 15/08 – Brasília/DF
5ª etapa – 23 e 24/10 – Goiânia/GO
6ª etapa – 18 e 19/12 – Interlagos/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *