Moto: Pilotos Honda chegam ao deserto no Mundial de Superbike

Campeonato que inclui também o Mundial de Supersport parte para a segunda etapa no Qatar.

No ano passado, Losail foi a sede da abertura do Mundial de Superbike. Em 2009, essa honra foi dada ao circuito de Philip Island, na Austrália, onde os pilotos Honda já deram o primeiro passo rumo à conquista da competição. Na seqüência da competição, o circuito do Qatar receberá as feras do motociclismo neste sábado (15).

O excepcional nível de competitividade já é marca do Mundial de Superbike. Mesmo com adversários difíceis, os pilotos que competem com as motocicletas Honda esperam bons resultados.  Em Philip Island, Leon Haslan (Stiggy Honda CBR1000RR) garantiu o terceiro lugar. Na Supersport, três pilotos Honda subiram ao pódio: Kenan Sofuoglu e Andrew Pitt, da Hannspree Ten Kate Honda CBR600RR e Anthony West, da Stiggy Racing Honda CBR600RR).

No Qatar, os pilotos Honda querem correr na frente mais uma vez. Como esta é apenas a segunda etapa, muitos ainda fazem acertos nas motos e buscarão melhores posições.

Leon Haslan pretende acertar a moto com a mesma configuração da primeira etapa. “A temporada começou e temos muitas equipes de qualidade. Se pudermos vamos adaptar rapidamente a mesma configuração que montamos na Austrália.”

Jonathan Rea conta que o Qatar é um de seus circuitos preferidos. “Tenho sorte no Qatar e tenho conseguido fazer boas corridas aqui. Os resultados na Austrália não foram espetaculares, mas estou certo que não teremos os mesmos problemas aqui”, planejou.

Carlos Checa também pretende buscar um bom resultado e se recuperar da primeira etapa que não foi b oa para ele. “Eu gosto muito de Losail. Estou ansioso para correr novamente neste final de semana. O meu ombro está muito melhor e já sou capaz de conduzir a moto sem problemas. O circuito de Losail é plano e liso e nos permitirá utilizar uma combinação melhor de pneu do que na Austrália.”

Ryuchi Kyonari quer melhorar o desempenho nesta segunda fase. “Na primeira etapa, nosso ritmo de corrida foi bom, mas não tivemos uma boa aderência nos pneus traseiros. O circuito de Losail não é meu favorito, mas acredito que vamos buscar um bom resultado aqui.”

Kenan Sofuoglu comemorou o desempenho da primeira etapa e segue motivado para a sequência da competição. “Philip Island foi um início de temporada perfeito para mim. Foi uma corrida muito dura e ficou claro que será um campeonato muito disputado. Em 2007 eu venci aqui no Qatar. A equipe é forte e t eremos como objetivo repetir esse resultado.”

O primeiro pódio na Supersport de Andrew Pitt foi no Qatar, o que traz boas recordações para o piloto. “Acho que os pneus irão se adaptar melhor a esse circuito. Quero dar um passo importante nessa etapa.”

Para Anthony West, a pista do Qatar é sempre escorregadia. “Há uma grande quantidade de poeira nesta pista. Temos de fazer muitas voltas antes para nos acostumarmos. Espero vencer os adversários e terminar com uma boa posição”, analisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *