Motovelocidade: Queda tira brasileiros da disputa pela vitória em Portugal

Pilotos brasileiros enfrentam problemas na terceira edição da prova portuguesa de resistência. Chofard prepara-se para desafio em Jerez.

Foi um tanto conturbada a participação dos brasileiros Pierre Chofard e Gilson Scudeler na terceira edição dos 500 Quilômetros de Estoril. Uma queda na fase inicial da corrida de domingo (2) no circuito português acarretou uma série de outros contratempos que culminaram com o abandono da dupla na fase final da disputa. A vitória foi conquistada pelos portugueses Luiz Carreira e Luiz Pimenta, na equipe que tinha Antonio Carreira como piloto reserva.

Os pilotos brasileiros, que disputaram a corrida numa parceria entre sua equipe, o Team Scud Petrobras, e a lusitana J. Saraiva Motorsport, conquistaram o terceiro lugar no grid. Chofard, encarregado do primeiro turno de pilotagem nas quase quatro horas de disputa, assumiu a vice-liderança e imprimiu um ritmo forte, até que, na 14ª volta, sofreu uma queda. O incidente provocou um problema com o acelerador da Honda CBR 1000RR da dupla.

O defeito forçou a intervenção, ainda na pista, de um dos mecânicos do Team Scud Petrobras. Chofard voltou à pista e foi para os boxes, onde as equipes promoveram todo o reparo necessário. Algumas voltas depois, Scudeler assumiu a missão de empreender uma corrida de recuperação. Estava em 16º quando os comissários de prova determinaram uma punição pelo auxílio externo, irregular em provas de resistência. Voltou aos boxes e teve de lá ficar por cinco minutos.

Com o limite de minutos de pilotagem prestes a se esgotarem, Scudeler passou a Chofard o comando da moto número 112, decorada nas logomarcas de Petrobras, Podium, Honda e Calfin. Seu parceiro, contudo, sentia fortes dores, em decorrência da queda na fase inicial da disputa, e não suportou mais do que 20 minutos na pista. Scudeler, pelo regulamento da competição, não podia retomar o comando da motocicleta, o que determinou o abandono da dupla.

“Nas primeiras voltas, todos os pilotos da ponta andaram num ritmo muito forte, um ritmo de corrida curta”, observou Scud. “O Pierre também estava muito rápido, ele deixou muito clara para nós a impressão de que vai brigar pela vitória no domingo”, acrescentou, numa alusão à quinta etapa do Campeonato Português de Motovelocidade. Chofard disputar a prova, marcada para o circuito espanhol de Jerez de la Frontera, inscrito pela categoria Stocksport.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *