Motovelocidade: Santa Cruz pode apontar primeiros campeões

Scudeler, na Superbikes, Ribeiro, nas 125cc, e Brieda, nas 500cc, têm chance de confirmar títulos com duas etapas de antecipação.


A temporada 2006 do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade abrirá a reta decisiva neste domingo (24). As provas da sexta e antepenúltima etapa serão disputadas em Santa Cruz do Sul. O autódromo gaúcho, que recebeu a categoria na segunda etapa, poderá apontar os primeiros campeões do ano. A possibilidade identificada nas tabelas de classificação da categoria Superbikes, a principal, e também na da 500cc e da 125cc.

Na 125cc, Murilo Ribeiro venceu as cinco etapas e lidera com 125 pontos, 41 a mais que Otávio Lucchini. Uma nova vitória neste domingo lhe dará o título, desde que o vice-líder não seja o segundo. Nas 500, o líder é Alecsandre Brieda. Com quatro vitórias e um segundo lugar, o mineiro tem 120 pontos, contra 81 de Carlos Cruz e Gilson Romani Pessoa. Se vencer, sem que os dois rivais estejam entre os três primeiros, será bicampeão brasileiro.

A Superbikes evidencia a possibilidade de Gilson Scudeler conquistar o título com antecipação de duas etapas. O piloto paulista do Team Scud Petrobras obteve três vitórias e dois segundos lugares. Tem 115 pontos. O vice-líder Pierre Chofard, seu companheiro de equipe, tem 77, mas não vai participar da prova em função do acidente que sofreu nos treinos para a quinta etapa, em Interlagos, em que sofreu três fraturas na clavícula.

Com a ausência de Chofard, as principais ameaças ao título de Scudeler são representadas pelos paulistas Leandro Panades, que tem 74 pontos, e Pablo Henrique Martins, quarto colocado com 65. Martins também ficou ausente de duas etapas, conseqüência de um acidente sofrido em Campo Grande. Contudo, o líder do campeonato admite que não trabalha com a possibilidade de voltar de Santa Cruz do Sul tendo o título já assegurado.

“É claro que nós vamos ao Rio Grande do Sul com o intuito de fazer um bom trabalho, para fazer mais uma pole, ganhar a corrida, mas eu não acredito em conquista do título. Mesmo com o Chofard fora da corrida, sei que o Leandrinho e o Pablo vão dar muito trabalho, eles vão estar muito fortes. O Pablo, aliás, só está tão atrás no campeonato porque teve que ficar fora de duas etapas, mas é um dos favoritos a ganhar em Santa Cruz”, aposta.

Nas outras duas categorias, as pequenas diferenças entre os primeiros na pontuação impede a definição antecipada do título. Nas 250cc, o líder brasiliense William Pontes Marinho acumula 92 pontos, apenas três a mais que o paranaense Fábio Peasson, atual campeão. Na Supersport, o líder é o mineiro Philippe Braga Thiriet, com 85 pontos. Os paulistas Murilo Colatrelli e Bruno Corano, que estão em segundo e terceiro, têm 83 e 81, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *