Motovelocidade: Scudeler vence e é líder isolado do Brasileiro de Superbike

Piloto do Team Scud Petrobras assumiu a liderança na última volta, quando Chofard, seu companheiro de equipe, perdeu o controle e caiu.

Um acidente na última volta acabou definindo o resultado da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade da categoria Superbike, neste domingo (6) no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul. Pierre Chofard era o líder da corrida e vinha pressionado por Gilson Scudeler quando perdeu o controle de sua Honda CBR 1000RR e caiu. Scudeler venceu pela segunda vez no ano e assumiu a liderança isolada da tabela de pontos.

Scudeler e Chofard são companheiros no Team Scud Petrobras, equipe que tem em suas motos as logomarcas de Petrobras, Podium, Leo Vince, Arlen Ness, Shark, Samacar, Oxtar, Black Vision, Pro Heads e Luna. Eles chegaram a Santa Cruz do Sul empatados em primeiro lugar, cada um com uma vitória e um segundo lugar nas duas baterias disputadas em Interlagos. Em Santa Cruz do Sul, a etapa foi composta por uma única bateria.

“Houve muitos acidentes nas provas das outras categorias, alguns pilotos derramaram muito óleo na pista por causa disso e a programação sofreu atraso. Assim, os organizadores decidiram suspender a segunda bateria da Superbike”, conta Scudeler, atual campeão brasileiro da categoria. “Para mim, por um lado, foi positivo, por ter saído como líder isolado. Por outro, penso que seria importante a equipe buscar mais um bom resultado”, analisa.

Os dois pilotos do Team Scud Petrobras vinham travando um bom duelo pela liderança. Chofard, pole-position, e Scudeler, que largou em terceiro, estavam muito próximos na última volta. “O Pierre tinha um ritmo muito bom na última volta, eu estava colado atrás dele preparando o ‘bote’ para a penúltima curva. Quando ele caiu, até levei um susto, mas felizmente consegui me manter na pista e chegar à vitória”, resumiu. Chofard voltou à pista e terminou em 11º.

Esta foi a terceira vitória consecutiva de Gilson Scudeler na categoria Superbike em Santa Cruz do Sul, pista onde, no ano passado, ele venceu as duas provas disputadas. “Tenho um bom entrosamento com essa pista”, ele brinca. Na categoria Hornet, a vitória na segunda etapa foi do gaúcho Carlos Cruz. O paulista Murilo Ribeiro ficou com o primeiro lugar na categoria 250cc. Nas 250cc Júnior, o paranaense Otávio Lucchini comemorou a vitória.

Com a vitória, o Team Scud Petrobras manteve-se invicto na temporada 2007. Chofard ganhou a primeira corrida, dia 18 de março em Interlagos, dia em que Scudeler faturou a segunda prova. Em Santa Cruz, com a segunda vitória, o atual campeão foi a 70 pontos. Tem 19 de vantagem sobre Chofard, vice-líder. As provas da terceira etapa do Brasileiro de Motovelocidade serão disputadas no dia 29 de julho, na pista paranaense de Cascavel.

Depois de 16 voltas de corrida, os 11 primeiros colocados neste domingo em Santa Cruz do Sul foram os seguintes:
1º) Gilson Scudeler (SP);
2º) Danilo Andric Silva (SP);
3º) Murilo Colatrelli (SP);
4º) Cristiano Vieira (GO);
5º) Luiz Carlos Cerciari (SP);
6º) Marco Brugnerotto (SP);
7º) Leandro Panades (SP);
8º) Robson Portaluppi (SP);
9º) Bruno Corano (SP);
10º) Giovani Zandoná (SP);
11º) Pierre Chofard (SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *