Motovelocidade: Treinos em Campo Grande motivam Scud e Chofard

Líder e vice-líder da Superbike, pilotos da Honda admitem que traçado favoreça Suzuki e Kawasaki a manifestam aposta em bom desempenho.

Os testes preparatórios realizados entre domingo (23) e terça-feira (25) serviram para aumentar a motivação dos pilotos do Team Scud Petrobras para as provas da quarta rodada dupla da categoria Superbike no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Gilson Scudeler e Pierre Chofard fizeram esta preparação no Autódromo Internacional de Campo Grande, na mesma pista onde vão disputar as duas corridas, válidas pelas sexta e sétima etapas, neste domingo (30).

“Foram treinos muito positivos para nós. Definimos um bom acerto para a suspensão e trabalhamos algumas outras configurações”, comenta Scudeler, líder do campeonato com quatro vitórias em cinco corridas. Ele fez uma simulação de corrida no último dia de testes. “O tempo de volta em ritmo de corrida melhorou de um segundo a um segundo e dois décimos em relação à prova do ano passado em Campo Grande. Temos um equipamento bem competitivo”, atesta.

Apesar do bom desempenho das motos Honda CBR 1000RR nos testes, Scudeler admite que as características do traçado sul-mato-grossense de 3.433 metros favorecem os modelos Suzuki e Kawasaki. “Especificamente nesta pista, a Honda ainda não tem a moto mais apropriada, o chassi e o câmbio da Suzuki e da Kawasaki oferecem uma condição melhor aos pilotos que utilizam essas marcas. É um desafio a mais para nós nesta etapa”, aponta o piloto paulista.

Chofard, vice-líder do campeonato, manifesta uma preocupação especial com as altas temperaturas no Centro-Oeste do país. “No ano passado, corremos aqui sob uma temperatura mais amena, não houve tanto desgaste. Desta vez vai ser mais difícil, está muito quente e isso vai comprometer bastante o equipamento. O consumo de pneus vai ser crítico nas corridas, quem souber lidar melhor com o desgaste poderá ter mais condições de atacar nas últimas voltas”, considera.

Scudeler e Chofard têm em suas motos as cores de Petrobras, Podium, Honda, Leo Vince, Arlen Ness, Shark, Samacar, Oxtar, Luna e Black Vision. Eles venceram todas as corridas da Superbike disputadas neste ano. Scudeler, atual campeão, ganhou as quatro últimas e lidera com 121 pontos. Está 30 à frente do parceiro, que venceu a primeira etapa da temporada. Em terceiro, com 71, está o também paulista Luiz Carlos Cerciari, que pilota uma Suzuki.

PROGRAMAÇÃO

A programação de treinos em Campo Grande será aberta neste sábado (29), com sessões livres isoladas de 40 minutos para todas as categorias, das 9h às 11h20. Os treinos classificatórios terão início às 11h30, com a 250cc Júnior e a 250cc. Às 12h20, vão à pista os pilotos da Hornet 600cc. Na Superbike, a tomada será aberta ás 13h10. A partir das 15h, os mais rápidos de cada categoria voltarão à pista para a disputa pelas três primeiras posições de cada grid.

No domingo, haverá treinos de aquecimento das 9h às 10h, com sessões de 15 minutos para cada categoria. A programação de corridas terá início com a primeira bateria da Superbike, com largada às 11h10 para 20 voltas. As categorias 250cc Júnior e 250cc, com 16 voltas, terão largada às 12h20. A Hornet 600cc terá também 20 voltas, com início às 13h50. A Superbike devolverá seus pilotos à pista às 15h, para a segunda bateria da rodada dupla em Campo Grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *