Mundial Cross Country: Novamente em 7º lugar, Palmeirinha se aproxima do ritmo dos líderes

O brasileiro Paulo Nobre, o Palmeirinha (Itaú Private Bank), voltou a ocupar a 7ª colocação em uma etapa do Rally do Marrocos, 4ª rodada do Campeonato Mundial de Rali Cross Country. No terceiro dia de atividades da prova, disputado na cidade de Zagora, Palmeirinha percorreu os 344 km de trecho cronometrado em 3h08min56s. A vitória foi obtida por Carlos Sainz/Michel Perin, que a bordo de um Volkswagen Touareg, marcou o tempo de 2h55min14s.

Apesar de repetir o resultado obtido na quarta-feira, o Palmeirinha se mostrou muito satisfeito com o desempenho mostrado nas trilhas marroquinas no dia de hoje. “Ontem em uma especial de 327 km fiquei quasse 22 minutos atrás do Sainz. A etapa de hoje foi bem parecida com a anterior, com longas retas, e me concentrei em manter o pé no fundo nesses retões intermináveis de piso irregular. Deu certo, já que hoje tivemos 344 km, ficamos a 13 minutos do espanhol e melhoramos em nove minutos o nosso rendimento em comparação a quarta-feira.”, disse Palmeirinha.


O desempenho de Nobre tem agradado tanto a equipe X-Raid, que o piloto e o seu navegador, o português Filipe Palmeiro, foram saudados pelos mecânicos em sua passagem pela área de assistência no meio da especial. “Eu e o Palmeiro demos muitas risadas dentro do carro. Quando entramos na área de assistência na especial, temos que diminuir a velocidade para 50 km/h e, de repente, vimos todos os nossos mecânicos perfilados fazendo uma saudação para a nossa passagem. Foi muito engraçado e um reconhecimento muito legal para a nossa evolução e o bom desempenho de hoje”, contou o palmeirense.


A etapa desta quinta-feira foi marcada, além das longas retas, pelas irregularidades do piso e pelas pedras. “Andar a 185 km/h numa estrada esburacada é complicado. O carro vem pulando muito de um lado para o outro. Em buracos grandes, a traseira salta mais que a frente e acontece também do carro saltar torto e tem que se tomar cuidado na aterrisagem se não é capotada na certa. E as pedras, que ora ficam ao lado da trilha, ora no meio da pista mesmo, é um risco para os pneus. O Nasser (Al Attiyah) teve três pneus furados hoje e se não fosse isso podia ter vencido a etapa.”, explicou Nobre.


A cidade de Zagora continua a receber o Rally do Marrocos nesta sexta-feira. A quarta etapa terá 248 km de trechos cronometrados no total de 413 km a serem percorridos.


Resultado da 3ª etapa do Rally do Marrocos
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Volkswagen), 2h55min14s
2º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Volkswagen), a 33s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz Volkswagen), a 3min25s
4º Nasser Al Attiyah/Alain Guehennec (BMW), a 8min47s
5º Mark Miller/Ralph Pitchford (Volkswagen), a 9min15s
6º José Luis Monterde/Jean Marie Lurquin (Schlesser), a 11min51s
7º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW), a 13min42s
8º Dominique Houssieaux/Jean Michel Polato (Schlesser), a 18min00s
9º Lukasz Komornicki/Rafal Marton (SMG), a 29min36s
10º Kenjiro Shinozuka/Roberto Di Persio (Nissan), a 35min39s


Resultado da prova após três etapas
1º Carlos Sainz/Michel Perin, 8h19min12s
2º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitzewitz, a 4min31s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz, a 16min28s
4º Nasser Al Attiyah/Alain Guehennec, a 22min11s
5º Mark Miller/Ralph Pitchford, a 31min21s
6º Dominique Houssieaux/Jean Michel Polato, a 1h09min45s
7º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, a 1h18min12s
8º Kenjiro Shinozuka/Roberto Di Persio, a 1h58min24s
9º Lukasz Komornicki/Rafal Marton, a 2h02min51s
10º Maris Saukans/Didzis Zarins, a 2h03min18s

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *