Nascar Sprint Cup Series: Jimmie Johnson é tetracampeão

Jimmie Johnson, de Chevrolet, conquistou no domingo (22/11), o seu quarto título consecutivo na Nascar Sprint Cup Series. O 5º lugar na 36ª e última etapa da temporada, a Ford 400, no Homestead-Miami Speedway,foi o suficiente para o piloto da Hendrick Motorsports entrar para a história como o primeiro a conquistar quatro títulos consecutivos na principal categoria da Nascar.

Denny Hamlin, de Toyota, venceu a prova. Ele assumiu a liderança pela primeira vez na 158º volta, com a prova em bandeira amarela. Um perfeito pit stop, quando trocou os quatro pneus, permitiu a Hamlin sair na frente de Kurt Busch, de Dodge.

Os dois trocaram de posição diversas vezes nas voltas seguintes, até que na última relargada Hamlin ultrapassou Busch, que com apenas dois pneus novos não pode resistir ao ataque. Com as últimas 46 voltas sem bandeira Hamlin abriu uma confortável vantagem para vencer pela quarta vez no ano.

Parceiro na Richard Childress, Jeff Burton e Kevin Harvick completaram os três primeiros. Kurth Busch foi o 4º.

Saindo na pole-position Johnson liderou até a 33ª volta, quando foi superado por Jeff Gordon, seu parceiro de equipe. Precisando apenas de um 25º lugar, Johnson se manteve longe das confusões, cruzando em 5º lugar, o mais do que suficiente para garantir o seu quarto titulo consecutivo.

Mark Martin, único que podia evitar o tetracampeonato de seu parceiro de equipe, terminou em 12º.  

Juan Pablo Montoya e Tony Stewart protagonizaram dois acidentes durante a prova. O primeiro na 116ª volta, quando disputavam posição. Montoya bateu no Chevrolet de Stewart, que respondeu, batendo no colombiano, que foi para o muro, danificando seu Chevrolet.  Após o carro ser reparado nos boxes, Montoya retornou a pista na 156ª volta, acertando novamente Stewart, que rodou na saída da curva quatro.  Pelo toque a direção da Nascar puniu Montoya, que teve que ficar duas voltas parado nos pits.

Johnson terminou o ano com 6652 pontos, 141 a mais do que Martin. Jeff Gordon foi o 3º, com 6473 pontos. Foi a primeira vez que três pilotos da mesma equipe terminam nas três primeiras posições do campeonato.

Final:

1 – Denny Hamlin (Toyota) – Gibbs – 267 voltas
2 – Jeff Burton (Chevrolet) – Childress – 267
3 – Kevin Harvick (Chevrolet) – Childress – 267
4 – Kurt Busch (Dodge) – Penske – 267
5 – Jimmie Johnson (Chevrolet) – Hendrick – 267
6 – Jeff Gordon (Chevrolet) – Hendrick – 267
7 – Carl Edwards (Ford) – Roush – 267
8 – Kyle Busch (Toyota) – Gibbs – 267
9 – Martin Truex Jr. (Chevrolet) – DEI/Ganassi – 267
10 – A.J. Allmendinger (Ford) – RPM – 267
11 – Clint Bowyer (Chevrolet) – Childress – 267
12 – Mark Martin (Chevrolet) – Hendrick – 267
13 – Matt Kenseth (Ford) – Roush – 267
14 – Greg Biffle (Ford) – Roush – 267
15 – David Reutimann (Toyota) – Waltrip – 267
16 – Bill Elliott (Ford) – Wood – 267
17 – Kasey Kahne (Dodge) – RPM – 267
18 – Jamie McMurray (Ford) – Roush – 267
19 – Casey Mears (Chevrolet) – Childress – 267
20 – Brian Vickers (Toyota) – Red Bull – 267
21 – Sam Hornish Jr. (Dodge) – Penske – 267
22 – Tony Stewart (Chevrolet) – Stewart/Haas – 267
23 – Ryan Newman (Chevrolet) – Stewart/Haas – 267
24 – Joey Logano (Toyota) – Gibbs – 267
25 – Brad Keselowski (Dodge) – Penske – 267
26 – Paul Menard (Ford) – Yates – 267
27 – Scott Speed (Toyota) – Red Bull – 267
28 – Dale Earnhardt Jr. (Chevrolet) – Hendrick – 267
29 – David Gilliland (Toyota) – Gibbs – 267
30 – Michael Waltrip (Toyota) – Waltrip – 267
31 – Bobby Labonte (Chevrolet) – TRG – 267
32 – Regan Smith (Chevrolet) – Furniture Row – 267
33 – John Andretti (Chevrolet) – Front Row – 267
34 – David Ragan (Ford) – Roush – 267
35 – Marcos Ambrose (Toyota) – Waltrip – 251
36 – Erik Darnell (Ford) – Yates – 247
37 – Travis Kvapil (Chevrolet) – Front Row – 243
38 – Juan Montoya (Chevrolet) – DEI/Ganassi – 235
39 – Robby Gordon (Toyota) – Gordon – 227
40 – Reed Sorenson (Dodge) – RPM – 116
41 – Elliott Sadler (Dodge) – RPM – 116
42 – Terry Labonte (Toyota) – Carter/Simo – 88
43 – Michael McDowell (Toyota) – Baldwin – 35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *