Nascar Sprint Cup Series: Madrastra diz que sabia do uso de metafetaminas por Jeremy Mayfield

A madrasta de Jeremy Mayfield, Lisa, em testemunho a Nascar, disse que sabe que o piloto, de 40 anos, tem usado metafetaminas desde 1998, uma vez inclusive antes de uma prova.

Mayfield foi suspenso pela Nascar por tempo indeterminado depois de testar positivo para metafetaminas após a etapa de Richmond. Em notícia divulgada nesta quinta-feira (16/07), o piloto testou novamente positivo para a substancia, proibida pelas regras da categoria norte-americana, no dia 06 de julho, com a Nascar confirmando a sua suspensão por tempo indeterminado.

Uma liminar conseguia pelo piloto permitia a ele voltas às provas, mas sem patrocínio Mayfield não conseguiu recolocar o carro nas pistas.

No mesmo dia em que testou positivo pela segunda vez, o piloto fez um outro teste em um laboratório diferente, e segundo ele, os resultados foram ao contrario dos divulgados pela Nascar.

Mayfield disse em resposta a acusação da madrasta, que ela está mentindo e que teve participação na morte de seu pai, a tiros, o que aparentemente foi suicídio.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *