Nascar Truck Series: Kevin Harvick vence em Michigan e em Bristol

Kevin Harvick (Chevrolet) venceu as duas últimas etapas da temporada, em Michigan e Bristol. Ele completou três triunfos consecutivos no ano.

VFW 200, Michigan International Speedway

Harvick venceu no sábado (21/08), a VFW 200, no Michigan International Speedway, 15ª etapa da NASCAR Camping World Truck Series. Foi a segunda vitória consecutiva de Harvick e 11ª na categoria. Timothy Peters (Toyota) e Miguel Paludo (Toyota) completaram os três primeiros.

Faltando nove voltas para o final Harvick evitou o toque entre Mark Martin (Chevrolet) e Parker Kligerman (Dodge), que lideravam a prova. A confusão acabou envolvendo entre outros o então líder do campeonato, Austin Dillon (Chevrolet) e o pole-position Matt Crafton (Chevrolet).

Na relargada, na 96ª volta, Harvick era o líder. Pouco depois um pneu estourado de Joey Coulter (Chevrolet) acionou a 6ª bandeira amarela, e levou a prova para o tempo extra. Nas voltas finais Harvick manteve a ponta, recebendo a bandeirada no exato momento em que Nelsinho Piquert (Chevrolet) acertava o muro. Peters foi o 2º, seguido de Paludo (que conquistou o seu melhor resultado na categoria).

James Buescher (Chevrolet) terminou em 4º, seguido por David Starr (Toyota) e Jason White (Chevrolet). Piquet foi o 16º.

Vencedor de seis prova no ano, Kyle Busch (Toyota) abandonou na 63ª volta, com problemas de radiador.

Johnny Sauter (Chevrolet) terminou na 13ª posição, e assumiu a liderança do campeonato com 519 pontos, cinco a mais do que Buescher.

O’Reilly Auto Parts 200, Bristol Motor Speedway

Apenas quatro dias depois, na quarta-feira (24/08), aconteceu a 16ª etapa, a O’Reilly Auto Parts 200, Bristol Motor Speedway. Harvick venceu pela terceira vez consecutiva. Sauter terminou em 2º, seguido por Todd Bodine (Toyota).

Faltando quatorze voltas para o final, Dillon ficou sem combustível na entrada do pit road, com a 9ª e última bandeira amarela sendo agitada. Na 191ª volta a prova recomeçou, com Harvick, que liderava desde a 97ª volta, mantendo o controle. Ele recebeu a bandeirada com 0s434 de vantagem sobre Sauter. Bodine foi o 3º.

Buescher terminou em 4º, seguido por Timothy Peters (Toyota) e Coulter.

Entre os brasileiros Nelsinho foi o 8º, e Paludo abandonou na 90ª volta, com problemas no motor.

A maior confusão aconteceu na 99ª volta, entre Kyle Busch (Toyota) e Elliott Sadler (Chevrolet) que largou na pole. Os dois disputavam posição, quando Busch acertou o muro, aparentemente espremido por Sadler. Busch então guiou lentamente a sua camionete danificada pela pista, esperando Sadler aparecer. Quando o rival apontou, ele simplesmente jogou a camionete em cima, com Sadler rodando.

Nas entrevistas Busch acusou Sadler pelo acidente, devido ao relacionamento do piloto com a Kevin Harvick Inc, que disputa com a equipe de Busch o titulo entre os proprietários.

Apesar de guiar para a KHI na maioria das provas, em Michigan Sadler estava guiando pela Joe Denette Motorsports. No Victory Lane, Harvick disse que não tinha nada a ver com o incidente.

Sauter lidera o campeonato com 561 pontos, sete a mais do que Buescher.

A próxima etapa acontece em Atlanta, no dia 02 de setembro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *