Outras: Alejandro Sanchez vence novamente Festival Brasileiro de Recordes

Recordista vence prova em São José dos Campos (SP) e mantém recorde brasileiro.

Não foi uma vitória do jeito que Alejandro Sanchez queria. Mesmo tendo vencido o 5º Festival Brasileiro de Recordes, realizado no último sábado (07/10) no Aeroporto do CTA (Campus do Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial), em São José dos Campos, interior de São Paulo, o piloto mais rápido do Brasil não comemorou muito, pois não baixou o seu próprio recorde de 310,66 km de média horária para o quilômetro lançado, conquistado em 2003. “De qualquer maneira, graças a Deus mantive o meu recorde. Agora, vamos esperar mais um ano para alcançar o objetivo de andar mais rápido”, comentou o piloto do Porsche 993 da Flash Power/Power Plus. O evento fez parte das comemorações pelos 100 anos do primeiro vôo de Santos Dumont com o 14 Bis


Com a participação de apenas 18 carros, já que vários concorrentes não compareceram em virtude da chuva do início da manhã de sábado, Alejandro Sanchez foi o mais rápido ao garantir a média de 304,723 km/h na primeira passagem pelo quilômetro lançado, e a média de 289,505 km/h no retorno, ficando com a média final de 296,919 km/h com o seu Porsche recordista de 3,8 litros biturbo. “Esperava alcançar uma velocidade maior, e nem era com este Porsche”, explicou. “Era com o Nissan 300ZX biturbo 3.0, que ganhou um kit de Nitro, mas que teve problemas no módulo que gerencia a amplificação de faísca das velas”, contou Alejandro. Mesmo o seu Porsche falhou na segunda passagem, além de não ter um escalonamento de câmbio apropriado para aproveitar bem a potência de 900 hp, ficando bem longe da marca que havia estabelecido há três anos atrás.


Os pilotos e carros que mais se aproximaram de Alejandro Sanchez foram o paulista Isnard Cardoso (Power Plus), com Toyota Supra, que atingiu a média de 293,578 km/h, e o sorocabano Mário Fernal, com Porsche 993 Turbo, que chegou a 269.633 km/h de média. “Agora vamos tentar mais apoio para fazer o evento crescer, trazer competidores de todo o Brasil e fazer a sexta edição já no ano que vem”, anuncia Sanchez, que parabenizou a iniciativa do Auto Union DKW Club do Brasil.


Alejandro Sanchez também detém o recorde brasileiro de Arrancada para 402 metros, com a incrível marca de 5s954s no Autódromo de Curitiba, atingindo a incrível velocidade final de 363,77 km/h com um Dragster. Para reta de 201 metros, o seu recorde é de 5s203, em Interlagos (SP) e para pista de 301,50 metros, ele detém o recorde em Santa Cruz do Sul (RS) com 5s696, atingindo a velocidade final de 313 km/h. Sua próxima atividade será em Curitiba, no dia 12 de novembro, quando disputará a quinta etapa do Campeonato Paranaense de Arrancada, onde já conquistou antecipadamente o título de tetracampeão.


Os dez mais rápidos pilotos e carros no Brasil agora são:


1 Alejandro Sanchez (Porsche 993 BiTurbo 3.8) – 310.66 km/h – 2003
2 Isnard Cardoso (Toyota Supra) – 293. 57 km/h – 2006
3 Antonio L Freitas (Porsche C2 BiTurbo 3.8) – 283.64 km/h – 2003
4 Alejandro Sanchez (Nissan 300ZX BiTurbo 3.0) – 280.50 km/h – 2003
5 Guido Borlenghi (Chevy Opala V8 5.7) – 274.60 km/h – 1996
6 Geraldo Jafet Filho (Nissan 300ZX BiTurbo 3.0) – 272.21 km/h – 1996
7 Fabio Steinbruch (De Tomaso Pantera 5.7) – 270.25 km/h – 1996
8 Mário Fernal (Porsche 993 Turbo) – 269,63 km/h – 2006
9 José Roberto Venezian (Porsche 993 BiTurbo 3.8) – 267.16 km/h – 1996
10 Ricardo Malanga (Ford Mustang GT 6.6) – 266.77 km/h – 1996

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *