Outras: Autódromo do ECPA recebe aval das maiores autoridades da CBA e FASP

Obras estão praticamente concluídas.

Dito Giannetti, empresário, piloto e proprietário do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo ECPA está prestes a concluir a construção do primeiro autódromo no interior de São Paulo, no município de Piracicaba (SP), nas dependências de onde hoje já existe um dos maiores e completos complexos automobilísticos existentes no Brasil, localizado na margem da Rodovia Luiz de Queiroz, a seis km da Rodovia dos Bandeirantes.

O projeto já recebeu o aval da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Federação de Automobilismo de São Paulo (Fasp), que através de seus representantes, Carlos Roberto Montagner e Rubens Carpinelli, estiveram visitando as obras na última terça-feira.

À frente do complexo do ECPA e responsável pela implementação da nova pista, Giannetti afirma que está prestes a concluir a obra. “Após a vistoria da equipe de peritos, onde algumas informações técnicas nos foram repassadas, começamos a construção dos muros de proteção, das áreas de escape e a jardinagem no entorno do circuito”.

“Pelo que vimos aqui, o Dito está de parabéns. Não fazia idéia do que estava sendo feito, mas encontrei aqui uma pista larga e um asfalto muito bom. Acho que teremos aqui em Piracicaba uma importante praça para desenvolver ainda mais o automobilismo de São Paulo”, afirmou impressionado Montagner, que é diretor de competições da CBA.

“Se todas as exigências de segurança forem atendidas, a pista vai ficar muito boa para qualquer tipo de competição”, completou o também diretor de prova da Fórmula 1 no Brasil.

Atualmente, o complexo do ECPA já comporta um circuito para competições de velocidade na terra, onde a pista passará a ter dois mil metros em sua maior configuração ao término das obras, um kartódromo e uma pista de arrancada. Com a conclusão do asfalto, o novo autódromo poderá receber provas das mais diversas modalidades e categorias automobilísticas e até motorciclísticas. “Além de corridas e competições nossa infra-estrutura já comporta a organização de eventos especiais, que se enquadre nos aparelhos que aqui mantemos”, conclui Giannetti.

Para o presidente da Fasp Rubens Carpinelli, a construção de um autódromo em Piracicaba é de importância vital para o automobilismo paulista e brasileiro. “Uma pista de corrida no interior paulista é um sonho acalentado por todas as categorias há mais de 40 anos. Atualmente, tudo é realizado em Interlagos e estamos a mercê desta dependência”.

“O mais importante deste novo empreendimento é que estamos nas mãos de quem entende do assunto”, afirmou ao se referir de Giannetti. O ECPA vai abrir as portas para pilotos do interiore já estudamos a viabilidade de trazer várias provas para cá, já que Interlagos está fechado para reformas e só reabre no final do ano.

Legenda foto: Antonio Carlos Pinotti (Fasp), Carlos Roberto Montagner (CBA), Dito Giannetti, Rubens Carpinelli (Fasp) e Roberto Castro Barranco (Sinalização automobilística).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *