Outras: Porte de bebidas no autódromo está proibido no Desafio Noturno

O Autódromo Internacional de Cascavel deverá receber aproximadamente 8.000 espectadores neste sábado (29), na segunda edição, em 2006, do Desafio Noturno de Velocidade. A promoção do Automóvel Clube da cidade, que espera mais de 100 motoristas participantes. As disputas em pista vão começar às 20h e prosseguirão até por volta da meia-noite. Os ingressos estão à venda a R$ 5 nos postos de combustível Texas, Maçarico e Colombo.

A partir deste evento, o Automóvel Clube colocará em prática a proibição ao porte de bebidas alcoólicas na área interna do autódromo. Já nos portões, os agentes de segurança verificarão o interior de todos os veículos. Motoristas que estiverem portando bebidas alcoólicas em seus carros terão de optar entre não ter acesso ao autódromo ou desfazer-se dos frascos. Esta iniciativa será estendida também aos demais eventos do calendário de 2006.

As lanchonetes do autódromo terão à disposição dos espectadores latas de cerveja, que terão preço fixado em R$ 2. As garrafas de água mineral com 500 mililitros serão comercializadas a R$ 1,50. “Nós não queremos lucrar com a venda de bebidas alcoólicas, tanto é que o preço é tabelado de acordo com o mercado da área central da cidade”, explica o presidente do Automóvel Clube, Pedro Litron. “Nossa intenção é evitar abusos por parte dos beberrões”.

A proibição à entrada de bebida alcoólica no autódromo tem extensão ao comércio que será praticado nas lanchonetes, que estarão autorizadas apenas à venda de cerveja – aguardentes e demais destilados não serão permitidos. “Acho que o ideal seria não haver nem a cerveja, mas não podemos radicalizar. Existem pessoas para quem a cerveja faz parte do lazer. No entanto, quatro ou cinco latas são o suficiente, essas pessoas não precisam beber 20 ou 30”, considera.

A campanha contra o abuso no consumo de bebida alcoólica faz parte do planejamento com que o Automóvel Clube visa fazer com que o autódromo volte a representar um bom ambiente familiar para o lazer dos cascavelenses. “Queremos trazer as famílias de volta para o autódromo. O primeiro passo para isso é evitar que pessoas embriagadas tornem o clima inconveniente. Quem quer beber além da conta pode fazer isso em casa ou em outro lugar”, sugere Litron.

Em contrapartida à maior freqüência familiar que planeja para os eventos no autódromo, o Automóvel Clube trabalha na melhoria da infra-estrutura. Todos os banheiros do local passam por reformas para que ofereçam condições de uso. “Teremos agentes para manter os banheiros limpos em dias de eventos. Outras ações efetivadas para dar mais conforto dos espectadores”, garante o dirigente. “A meta é fazer com que as pessoas se sintam bem no autódromo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *