Paulista de Marcas e Pilotos: Por um ponto, Pimenta e Philippi levam o título da Super

Pimenta vence, marca a melhor volta e fica com o título junto com Philippi por apenas um ponto.Decidido apenas na última volta, Marcio Philippi e Pedro Pimenta (Chevrolet Corsa, n° 51 – Crossfox Racing) vencem, cravam a melhor volta e ficam com o título de 2013 da categoria Super; Luiz Cirino (Chevrolet Corsa, n° 59 – Arias Motorsport) fica com a segunda colocação e o vice-campeoanato.

Devido ao grid invertido dos seis primeiros colocados na bateria anterior, Nelson Fortes (Chevrolet Celta, n° 68 – Arias Motorsport) saiu na pole position mantendo a posição até o miolo do circuito; já na primeira volta Pimenta assumiria a ponta para não mais perder, trazendo Rodrigo Moreno (Chevrolet Celta, n° 55 – Maguila Motorsport) e Cirino.

A partir da segunda volta o que se viu foi a esperada disputa pela vitória entre os dois postulantes ao título da categoria Super de 2013: Pimenta e Cirino, e não poderia ser diferente. Para conquistar o título, Pimenta precisaria vencer e marcar a melhor volta para receber o ponto extra e não depender do resultado de Cirino.

Com Pimenta na ponta, o título foi para o experiente piloto que corre em dupla com Marcio Philippi (e venceu a primeira bateria, também conquistando a melhor volta da prova) a partir da 4ª volta, quando cravou a melhor volta da prova até então.

Cirino viu seu concorrente escapar na ponta apenas até a 4ª volta, quando Pimenta abriu 1s191; a partir de então o que se viu na pista foi uma dura disputa, com os dois pilotos muito próximos, onde qualquer erro seria fatal para a conquista do campeonato.

Na 10ª volta, Cirino crava a melhor volta da corrida até então, com o tempo de 2min06s775 e assim ficaria com o título por apenas 1 ponto de diferença, mesmo com a vitória de Pimenta; mas foi restando apenas três voltas para o final que o campeonato mudou de mãos mais uma vez: Pimenta faria sua volta em 2min06s743.

Com o ponto extra da melhor volta, Pimenta cruzou a linha de chegada na primeira colocação, apenas 0s653 de Luiz Cirino, e ficou com o título da categoria Super em 2013, somando 252 pontos, apenas um a mais do que Cirino.

Na categoria Light a vitória ficou com Cezar Martins (Volkswagen Gol, n° 82 – Arias Motorsport) que dessa forma garantiu o vice-campeonato na categoria; Virgilio Fagundes (Chevrolet Celta, n° 28 – Arias Motorsport) venceu novamente na Novatos e também garantiu o vice-campeonato em sua categoria.

Após a vitória, Pimenta e Philippi comemoraram muito a conquista do título junto à Crossfox Racing, subindo no teto do carro e vibrando.

Pimenta lembrou quando recebeu a notícia que Cirino teria feito a volta mais rápida e com isso teriam perdido o título: “Quando o Marcio (Philippi) avisou no rádio que havíamos perdido a melhor volta, pensei como iria baixar esse tempo com a pista pior, sem referência, sem vácuo, amortecedores e pneus quentes demais… Aí pensei comigo: Cara, procura algum traçado diferente, você não tem saída! Aí veio a volta 13, mandei a deles para o espaço e cravei a minha”, relatou o piloto.

Sobre o campeonato, o experiente piloto não deixou de elogiar o concorrente: “O Cirino é um incrível piloto, jovem e muito talentoso; se o título ficasse com ele, estaria em boas mãos, pois o cara é rápido e merecedor também! Tenho certeza que a vez dele vai chegar e muito rápido, como disse ele é jovem e vencerá muitos campeonatos ainda… mas dessa vez o título ficou com o velhinho aqui mesmo”, brincou Pimenta ao elogiar Cirino.

Até a confirmação da FASP (Federação de Automobilismo de São Paulo), o resultado classificatório final é considerado extra-oficial; confira como ficou, já com os descartes:

1)    Marcio Philippi / Pedro Pimenta – 252 pontos
2)    Luiz Cirino – 251 pontos
3)    Aldo Piedade Jr. – 202 pontos
4)    Rodrigo Moreno – 192 pontos
5)    Edgard Amaral / Wanderson Freitas – 188 pontos

Confira o resultado final da 1ª bateria:

1) 51-M. Philippi/ P. Pimenta Jr (S), (16 voltas) 36:25.089
2) 59-Luiz Cirino (S), à 4.094
3) 65-Aldo Piedade Jr (S), à 7.200
4) 20-Caio Clemente (S), à 7.692
5) 28-Virgilio Fagundes (N), à 7.891
6) 55-Rodrigo Moreno (S), à 8.675
7) 68-Nelson Fortes (L), à 15.829
8) 105-Thiago Oliveira (N), à 16.485
9) 82-Cezar Martins (L), à 16.622
10) 52-Carlos Augusto (N), à 19.893
11) 173-Ayman Darwich (N), à 22.593
12) 27-W. Freitas/ E. Amaral (S), à 23.125
13) 111-Franklin Trupel (S), à 23.172
14) 80-Carlos Asciutti (S), à 23.794
15) 2-José Cordeiro (L), à 24.298
16) 71-Alexandre Souza (S), à 26.809
17) 8-Ricardo Lima (S), à 30.619
18) 89-G. Passarelli/ V. Passarelli (S), à 31.549
19) 198-Marcio Ymagawa (V), à 31.700
20) 43-Anderson Scovoli (N), à 32.916
21) 177-Danilo Ramalho (N), à 33.031
22) 57-R. Manzini/ A. Ortega (N), à 33.219
23) 36-Carlos Auricchio (L), à 33.384
24) 32-Eber/ Jefferson (L), à 36.867
25) 161-Basilios Eleutheriou (L), à 38.031
26) 63-Javier Benavides (N), à 43.275
27) 125-F. Silva/ Fernandinho (L), à 54.322
28) 113-Roulien Madriles Jr. (N), à 1:01.427
29) 118-Daniel Damico (N), à 1:01.597
30) 15-Paulo H. Durci (N), à 2 voltas
31) 14-G. Correa/ T. Rosa (S), à 3 voltas
32) 66-G. Pedras/ L. Filgueiras (S), à 4 voltas
33) 6-Denis Marcolin (N), à 4 voltas
34) 137-Valter Sousa Jr (L), à 5 voltas
35) 38-Luiz Finotti (S), à 7 voltas
36) 81-Ricardo Sargo (S), à 14 voltas
37) 11-Ricardo Gargiulo (S), à 14 voltas
38) 92-T. Sala/ A. Fortunato (S), à 15 voltas

Melhor Volta: M. Philippi/ P. Pimenta Jr (51), 2:05.006 (média de 124,093 km/h), na 4ª volta

Confira o resultado final da 2ª bateria:

1) 51-M. Philippi/ P. Pimenta Jr (S), (16 voltas) 35:54.067
2) 59-Luiz Cirino (S), à .653
3) 27-W. Freitas/ E. Amaral (S), à 4.363
4) 65-Aldo Piedade Jr (S), à 13.840
5) 82-Cezar Martins (L), à 14.577
6) 55-Rodrigo Moreno (S), à 16.018
7) 80-Carlos Asciutti (S), à 16.219
8) 198-Marcio Ymagawa (V), à 16.597
9) 28-Virgilio Fagundes (N), à 18.632
10) 81-Ricardo Sargo (S), à 24.367
11) 173-Ayman Darwich (N), à 24.750
12) 105-Thiago Oliveira (N), à 29.587
13) 177-Danilo Ramalho (N), à 30.959
14) 2-José Cordeiro (L), à 32.465
15) 880-Maique Papareli (L), à 32.583
16) 89-G. Passarelli/ V. Passarelli (S), à 41.176
17) 92-T. Sala/ A. Fortunato (S), à 45.662
18) 32-Eber/ Jefferson (L), à 50.462
19) 57-R. Manzini/ A. Ortega (N), à 51.536
20) 43-Anderson Scovoli (N), à 54.422
21) 38-Luiz Finotti (S), à 57.714
22) 14-G. Correa/ T. Rosa (S), à 58.159
23) 11-Ricardo Gargiulo (S), à 58.726
24) 15-Paulo H. Durci (N), à 1:00.179
25) 161-Basilios Eleutheriou (L), à 1:04.847
26) 52-Carlos Augusto (N), à 1:08.082
27) 63-Javier Benavides (N), à 1:08.779
28) 6-Denis Marcolin (N), à 1:10.020
29) 113-Roulien Madriles Jr. (N), à 1:27.942
30) 137-Valter Sousa Jr (L), à 1:43.452
31) 118-Daniel Damico (N), à 1 volta
32) 8-Ricardo Lima (S), à 3 voltas
33) 71-Alexandre Souza (S), à 3 voltas
34) 36-Carlos Auricchio (L), à 4 voltas
35) 125-F. Silva/ Fernandinho (L), à 5 voltas
36) 66-G. Pedras/ L. Filgueiras (S), à 6 voltas
37) 111-Franklin Trupel (S), à 7 voltas
38) 68-Nelson Fortes (L), à 14 voltas
39) 20-Caio Clemente (S), à 15 voltas

Melhor Volta: M. Philippi/ P. Pimenta Jr (51), 2:06.743 (média de 122,392 km/h), na 13ª volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *