Pick-Up: Categoria faz treino coletivo em Curitiba

Divisão fará sua estréia no domingo, a partir das 13h, dentro da programação da Copa Nextel Stock Car.

A programação da segunda etapa da Copa Nextel Stock Car começa nesta quinta-feira, com a realização do treino coletivo da Pick Up Racing, nova divisão da Stock Car. Serão duas sessões no Autódromo Internacional de Curitiba, das 10h às 11h, e das 14h às 15 horas, nas quais os pilotos poderão ter o primeiro contato com os carros. A prova de abertura da temporada será no domingo, a partir das 13h, com transmissão ao vivo pela Rede Vida de Televisão. Antes, a partir das 8h, será disputada a segunda etapa da Stock Jr., divisão de acesso da Stock Car, seguida da segunda prova da Copa Nextel Stock Car, com largada prevista para as 11h.

Mas não será somente as pick-ups que terão movimentação nesta quinta-feira. Uma das ações promocionais da segunda etapa será um pit stop da Boca Maldita. Em uma parceria com a Rádio Transamérica FM 100,3, serão escolhidos quatro ouvintes para participar de um pit stop com o carro da Copa Nextel Stock Car na Boca Maldita. A ação começará às 15h, mas o carro já estará exposto a partir das 14h. São esperados alguns pilotos da principal categoria do automobilismo nacional na ação.

Os carros da Pick Up Racing irão à pista pela primeira vez no ano neste domingo. Por isso e também por não terem participado dos treinos coletivos em São Paulo, foram programadas duas sessões no circuito paranaense, que permitirão a melhor adaptação ao carro, especialmente para os que estão estreando. Já na sexta-feira, a divisão realizará seus treinos oficiais da etapa de abertura da temporada.

Em 2009, a divisão terá mais uma vez oito etapas, todas juntamente com a Copa Nextel Stock Car, com descarte dos dois piores resultados ao final do campeonato. O calendário da Pick Up Racing está assim: 12/04 – Curitiba (PR); 17/05 – Santa Cruz do Sul (RS); 05/07 – São Paulo; 09/08 – Salvador/Alternativo; 20/09 – Rio de Janeiro; 25/10 – Curitiba (PR); 22/11 – Tarumã/Velopark; e 06/12 – São Paulo.

A expectativa deste ano é reunir mais de 20 pilotos no grid da Pick Up Racing. A relação de pilotos inscritos até o momento é a seguinte: CKR Racing (Mitsubishi), Carlos Kray (RS) e Raulino Kreis Jr. (SC); Gramacho Racing (Chevrolet), Thiago Riberi (SP), Rodrigo Navarro (SP) e Cadú Passetti (SP); Mottin Racing (Mitsubishi), Anderson Toso (RS) e João Pretto (MT); Bazzo Racing (Chevrolet), Marcos Ramalho (MS) e Sérgio Ramalho (MS); Kau Machado Competições (Chevrolet), Kau Machado (PR); Marote Motorsport (Mitsubishi), Fúlvio Marote (SP); Motortech Competições (Mitsubishi), Hybernon Cisne (CE); Maino Racing (Mitsubishi), Aluizio Coelho (MS) e Nando Trevisan (RS); Demark Racing (Chevrolet), Marlon Watanabe (PR); AMD Racing (Mitsubishi), Júlio Campos (PR); Racequip Motorsport (Chevrolet), Carlos Medeiros (SP); Jon Racing (Chevrolet), João Ometto (SP); e M4T Motorsport (Chevrolet), Rafael Iserhad (RS).

Ficha Técnica da Pick-Up Racing:

• Suspensão: Independente com triângulos duplos e molas helicoidais com barras
estabilizadoras
• Os amortecedores são hidráulicos, únicos e lacrados, fornecidos junto com o carro
• Direção: Do tipo pinhão e cremalheira com acionamento hidráulico através de bomba elétrica
• Rodas: Binno 10,5 x 18 polegadas
• Pneus: 285/645 VR18 (dianteiros e traseiros)
• Freios: A disco nas quatro rodas
• Motor: Oito cilindros em V, com 330 HP de potência, 5.500 rpm e 5.700 cc (5,7 litros), cabeçote de alumínio, alimentação de combustível por um carburador quádruplo (quadrijet) e cárter seco
• Câmbio: Eaton de 5 marchas para frente e a ré
• Combustível: Gasolina
• Tanque de combustível: Especial para competição, composto por container de borracha preenchido com espuma de alta densidade (opcional) e container de aço provido de válvulas de segurança inclusive para o caso de capotagens. Capacidade: 85 litros
• Chassi: Tubular, de tubos de cromo-molibdênio e com chapas de aço, chapas de alumínio e revestimento antichama
• Carroceria: Construída em fibra de vidro reforçada
• Peso mínimo: em torno de 1.250 kg com o piloto a bordo vestindo macacão, luvas, sapatilhas e capacete e com os recipientes de fluídos (óleos, água, combustível, etc.) cheios
• Velocidade Máxima estimada: 240 km/h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *