Pick-Up: Depois dos problemas em Santa Cruz, Stedile já pensa na etapa de Cascavel

A expectativa do gaúcho Franco Stedile de colher um bom resultado na sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Pick-up Racing, realizada no último domingo (8) em Santa Cruz do Sul (RS), acabou não se confirmando. Com problemas no motor e na suspensão dianteira de sua S10 nos treinos livres e na tomada de tempos ele partiu para uma corrida sem grandes pretensões.


Depois de largar na décima posição, Stedile chegou a ocupar o quinto lugar, mas o rendimento de sua pick-up nessa etapa foi o pior do ano, de acordo com o piloto. “O motor estava perdendo potência e o carro saía muito de frente”, explica. Depois de 24 voltas, Stedile cruzou a linha de chegada na sétima posição, somando mais quatro pontos na classificação geral. Com isso, permaneceu na quarta colocação, agora empatado em número de pontos com o vencedor da corrida, Marcel Wolfart.

Terminada a etapa, a Gramacho Racing permaneceu na pista de Santa Cruz para a realização de novos testes com o carro de Stedile. Além de terem sanado os problemas de motor e suspensão, os preparadores já fizeram novos ajustes, visando a próxima etapa, que acontece no dia 5 de novembro em Cascavel (PR). “Sempre andamos bem nesta pista e pretendemos subir ao pódio novamente para subir na classificação”, destaca o piloto de Caxias do Sul, que é apoiado pelas empresas Agrale, Bepo Componentes Automotivos, Germani e Pionner Sementes.

Sem a participação do líder da temporada Claudio Ricci na etapa de Santa Cruz do Sul, o Campeonato apresenta um novo líder: Eduardo Heinen, que soma 80 pontos, contra 72 de Ricci. Nelson Bazzo foi terceiro colocado na prova – mesma posição que ocupa na tabela de classificação, com 60 pontos.

Faltando três etapas para o término do Campeonato, restam 60 pontos a serem disputados. A 40 do líder, Stedile ainda tem chances matemáticas de sagrar-se campeão, mas acredita que só um milagre o coloca na disputa pelo título. “A intenção é terminar o ano entre os três primeiros. Para isso, preciso andar no limite nas últimas corridas para chegar aos 80 pontos. Brigar pelo Campeonato se tornou um sonho distante depois do péssimo desempenho do carro na última etapa”, argumenta.


RESULTADO 6ª ETAPA – SANTA CRUZ DO SUL

1-Marcel Wolfart (S10-SC) 24 voltas, 41:20.210
2-Emerson Duda (Ranger-PR), 41:24.684
3-Nelson Bazzo (S10-RS), 41:25.324
4-Eduardo Heinen (S10-RS), 41:25.923
5-Kau Machado (Ranger-PR), 41:30.512
6-Eduardo Freitas (S10-RS), 41:30.642
7-Franco Stedile (S10-RS), 42:00.818
8-Anderson Toso (S10-RS), a 1 volta
9-José Valentini (Ranger-RS), a 1 volta
10-Flávio Marcílio (Dakota-SP), a 4 voltas
11-Carlos Kray (S10-RS), a 5 voltas
12-Edson Thome (Ranger-PR), a 9 voltas
13-Milton Vianna (S10-PR), a 16 voltas
14-Gilson Arruda (Ranger-SC), a 17 voltas
15-Luiz Reis (Ranger-SC), a 18 voltas
16-Sérgio Lúcio (S10-DF), a 20 voltas
17-Lairton Miranda (S10-DF), a 22 voltas

Melhor volta: Marcel Wolfart, 1min34s750

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *