Pick-Up: Ometto aposta em evolução da equipe no Rio de Janeiro

Paulista lamenta o que restou da pista carioca, mutilada em 2007 para o Pan-americano.

O intervalo entre as corridas da Pick-up Racing nesta temporada deixa o paulista João Ometto Neto (Nescau/CASE – Trator Soluções Agrícolas/EATON/INEC/Sertha/Feeder/Fast Mail/Molygrafit – Lubrificantes especiais) sedento para disputar a quarta etapa da temporada, marcada para o dia 20 de setembro no Rio de Janeiro.

O piloto da JON Racing Enterprises, que retornou a categoria nesta temporada, tem ainda mais motivos para estar ansioso: na corrida anterior, em Interlagos, Ometto se envolveu em um acidente logo na primeira curva, quando estava em quarto e tinha chances reais de brigar pela vitória.

“Realmente, o espaço entre uma corrida e outra sempre gera ansiedade, ainda mais juntando o fato de não ter completado uma volta sequer em Interlagos. Foram sete semanas de espera para Interlagos e agora mais 11 até o Rio. É muita coisa!”, disse o atual campeão da Stock Paulista.

Para Ometto, a expectativa é de que a prova no circuito carioca seja mais um passo na evolução da equipe, que foi criada nesta temporada. “Acredito que essa prova promete muito, pois já mostramos em São Paulo que a equipe está trabalhando bastante e que o trabalho já começa a dar resultados. Vamos chegar para a 4ª etapa, muito mais maduros e, muito mais entrosados”, analisou.

O paulista, que já correu no Autódromo de Jacarepaguá em 2007, lamenta o que foi feito com a pista. “Gosto muito da pista carioca. É uma pena ela ter sido totalmente alterada por políticos que não sabem absolutamente nada de esporte a motor. E pensar que esta pista já recebeu provas de Fórmula 1, Fórmula Indy e MotoGP”, lembra João, que, na época em que as construções do Pan-americano estavam sendo realizadas, protestou com um adesivo na sua pick-up escrito “Jacarepaguá”.

“Não sou contra a construção desses espaços esportivos; muito pelo contrário, sou a favor de qualquer coisa que some para o esporte nacional, desde que não subtraia de outro. Essa pista era simplesmente fantástica e foi destruída por um bando de corruptos que assombram o país”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *