Pick-Up: Pilotos elogiam pista de Belo Horizonte

Após primeiros treinos livres, insegurança deixou de ser preocupação.

O circuito Mega Space, localizado em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, mais parece um kartódromo. Pista estreita e curta, com menos de 1.500 metros, e que proporciona uma velocidade média de apenas 100 km/h por volta. Depois de conhecerem o traçado visualmente na quinta-feira, vários pilotos da Copa Web Motors Pick-up Racing ficaram preocupados com uma possível falta segurança.

Pela inexistência de grandes áreas de escape e o fato de as muretas contornarem toda a pista numa distância pequena em relação ao asfalto, muitos competidores criticaram o circuito. Porém, após os treinos desta sexta, a opinião da grande maioria deles mudou.

O líder do Campeonato, Gustavo Sondermann (Banco Sofisa / Colonial Racing / CHT-Bezema), por exemplo, declarou no fim dos trabalhos que não encontrou nenhum ponto mais crítico. “Pelo fato de não atingirmos altas velocidades, não há perigo. Nada com que nós, competidores de um esporte de risco, tenhamos que nos preocupar”, disse o piloto da equipe Gramacho/Stedile (Bepo).

O companheiro de equipe dele, Thiago Riberi (Del Rey Transportes / Colonial Pneus), também elogiou a pista. “Aos poucos o asfalto está melhorando e acredito que o maior cuidado que devemos tomar é na entrada da reta oposta. No restante do circuito os riscos são os mesmos que enfrentamos nos outros circuitos”, declarou o atual campeão da Stock Júnior, que liderou boa parte do treino da tarde desta sexta no Mega Space.

Ao final da sessão, os pilotos Paulo Salustiano e Felipe Lapenna, da equipe Full Time, terminaram na frente, seguidos de perto por Riberi. Sondermann foi o sétimo mais rápido, mas se diz tranqüilo para o classificatório de amanhã. “Como faço parte do primeiro grupo, a pista sempre esteve pior para mim do que para quem está no segundo. Com o tempo, o asfalto vai ficando mais emborrachado. Além disso, já sabemos no que temos que melhorar amanhã. Estou confiante para brigar pela pole position novamente”, argumenta.

Carlo Kain (NHR Transporte Aéreo), que também pilota pela Gramacho Stedile, marcou o 11º tempo: “ainda estou me adaptando ao traçado e ao carro, já que esta é minha segunda corrida na categoria. Além disso, enfrentei problemas com o carburador do carro, que foi trocado apenas após o término dos treinos. A previsão é estar mais competitivo no treino classificatório”.

A programação ainda conta com mais um treino livre neste sábado, além da tomada de tempos, que definirá o grid de largada das duas baterias classificatórias de domingo. Os nove melhores de cada uma garantem vaga na prova final, que valerá pontos para temporada da Copa Web Motors Pick-up Racing. A segunda etapa terá transmissão ao vivo pela Rede Vida, a partir das 12h30.

1º TREINO LIVRE
1º) Paulo Salustiano (CH, SP), 52.438, média de 101.19 Km/h
2º) Felipe Lapenna (CH, SP), a .287
3º) Thiago Riberi (CH, SP), a .650
4º) Marcos Ramalho (CH, MS), a .968
5º) Rafael Iserhard (MI, RS), a 1.028
6º) Vitor Genz (MI, RS), a 1.054
7º) Gustavo Sondermann (CH, SP), a 1.160
8º) Herberto Heinen (CH, RS), a 1.300
9º) Aloisio Coelho (MI, SP), a 1.318
10º) Carlos Kray (MI, RS), a 1.410
11º) Carlo Kain (CH, SP), a 1.494
12º) Eduardo Heinen (CH, RS), a 1.638
13º) Mario Lucio (MI, MG), a 1.701
14º) Anderson Toso (MI, RS), a 1.829
15º) Marcel Wolfart (MI, SC), a 1.863
16º) Renato Well (CH, DF), a 2.182
17º) Fernanda Parra (MI, SP), a 2.310
18º) Rogerio Castro (CH, GO), a 3.246
19º) Kau Machado (CH, PR), a 59.306

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *