Pick-Up: Vice-campeão só será conhecido mesmo em São Paulo

“Encaixotado” em Tarumã, Felipe Lapenna abandonou a dez voltas do fim, mas manteve a segunda posição na tabela. Paulo Salustiano e Thiago Riberi continuam na briga pelo vice.

O vice-campeão da Copa WebMotors Pick-up Racing só será conhecido mesmo na última etapa da temporada – marcada para o dia sete de dezembro, em São Paulo. Após a penúltima rodada do campeonato, realizada neste domingo no Autódromo de Tarumã (RS), a disputa pelo segundo lugar na tabela ganhou um novo personagem e se estendeu até a oitava e última corrida do ano.


 


Obrigado a completar uma prova de recuperação – depois de enfrentar novamente uma falhação no motor de seu carro durante o treino de classificação –, o paulista Felipe Lapenna (WebMotors) abandonou a rodada deste fim de semana na 19ª volta. e assistiu dos boxes da Full Time Sports a perigosa aproximação de seu companheiro de equipe Paulo Salustiano na tabela de pontos.


 


Com 84 pontos ganhos, Lapenna manteve a vice-liderança do campeonato, mas parte para a rodada final com uma vantagem apertada tanto para Salustiano – que passou a somar 79 – quanto para seu até então único rival na disputa pela segunda posição, Thiago Riberi (77 pontos).


 


“A chance de uma definição antecipada era realmente pequena, principalmente por causa dos descartes e de minha posição de largada, de modo que eu já estava preparado para decidir o vice em São Paulo”, comentou Lapenna. “Só que agora a disputa ficou ainda mais apertada, já que seremos três pilotos com chance de chegar ao vice. Com certeza, todos nós vamos correr fazendo as contas em Interlagos”, acrescentou. A vitória na Pick-up Racing vale 25 pontos.


 


Na rodada deste domingo Lapenna largou na oitava posição, e sofreu com um problema que já era esperado antes da corrida de Tarumã começar: a falta de pontos de ultrapassagem no circuito. Além disso, ele voltou a enfrentar um problema de falhação no motor de sua picape, que roubou-lhe potência nos trechos de reta e tornou as manobras de ultrapassagens ainda mais difíceis.


 


Encaixotado no apertado circuito gaúcho, ele passou a maior parte da prova no ataque a Thiago Riberi na disputa pelo quinto lugar. Ao mesmo tempo, teve de se defender das investidas de Marcos Ramalho, que vinha em sétimo, com quem trocou de posição quatro vezes em um espaço de dez voltas. Mais rápido que Riberi enquanto esteve na pista, Lapenna não conseguiu a ultrapassagem sobre o adversário, principalmente, em virtude da falhação no motor de seu carro, e chegou a perder duas vezes a posição para Ramalho na reta principal do circuito.


 


O abandono do piloto paulista ocorreu a dez voltas da bandeirada final, quando o capô de sua picape se soltou após um toque na traseira de Thiago Riberi. “Ele (Riberi) estava freando muito cedo em algumas curvas, não sei se por algum problema no carro, e por isso toquei na traseira dele. O que mais me prejudicou, no entanto, foi o fato de eu ter corrido novamente com o motor falhando. Nas retas eu perdia muita velocidade e isso comprometeu totalmente a minha corrida”, acrescentou.


 


A vitória na sétima rodada do campeonato ficou com Gustavo Sondermann, que já havia conquistado o título de campeão da categoria por antecipação. A novidade no pódio da Pick-up Racing foi a presença de Rafael Iserhard, que colocou o Rio Grande do Sul – berço da categoria –,na terceira posição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *