Rally Brasileiro: Marcos Schwan falece em São Paulo

Comissário será cremado às 14 horas desta sexta-feira

A Confederação Brasileira de Automobilismo lamenta informar o falecimento de Marcos Schwan, comissário desportivo da Comissão Nacional de Rally. Mais conhecido como Marcão, Schwan tinha 58 anos e foi vítima de câncer. Seu corpo será cremado hoje às 14 horas no Cemitério e Crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, região metropolitana da capital paulista.
Schwan trabalhava atualmente como Comissário Desportivo da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) na Copa Peugeot de Rally. Natural de Novo Hamburgo, Marcão disputou seu primeiro rally de regularidade em 1976 e, desde então, se especializou nessa modalidade onde conquistou o tetracampeonato brasileiro e o tri gaúcho.
“Marcos Schwan contribuiu de forma inesquecível para o progresso do rally brasileiro. Sua perda será sentida e o seu trabalho sempre lembrado por todos que tiveram a felicidade de conhecê-lo”, declarou Cleyton Pinteiro, presidente da CBA.
Entre os anos de 1985 e 1988, Marcão trabalhou como diretor de prova e coordenador geral das etapas brasileiras do Campeonato Sulamericano de Rally de Velocidade. Mais recentemente, em 2009, Schwan foi diretor de segurança da etapa brasileira do Intercontinental Rally Challenge (IRC).
Após a cremação a viúva de Schwan, d. Cristina, transportará as cinzas para Novo Hamburgo (RS), onde deverá ser realizada nova cerimônia.

Confederação Brasileira de Automobilismo
Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *